Publicidade
Rio 2016
CLASSIFICADOS

Estados Unidos passam fácil pela Argentina e pegam a Espanha nas semifinais

Austrália, Espanha e Estados Unidos se classificaram com vitórias incontestáveis, nesta quarta-feira (17), e mostraram que as semifinais serão eletrizantes. 17/08/2016 às 20:32
Show eua
Argentina não teve dificuldades para superar a Argentina na partida de hoje / Foto: Rio 2016
acritica.com

Estão definidos os três primeiros semifinalistas do torneio masculino de basquetebol dos Jogos Rio 2016. Austrália, Espanha e Estados Unidos se classificaram com vitórias incontestáveis, nesta quarta-feira (17), e mostraram que as semifinais serão eletrizantes.

A Austrália abriu o dia com um triunfo por 90 a 64 sobre a Lituânia. O destaque da partida foi o armador Patty Mills, que anotou 24 pontos. O adversário dos australianos sai de Croácia x Sérvia, que acontece ainda nesta quarta-feira.

O confronto entre europeus, que prometia ser dos mais equilibrados das quartas de final, acabou tornando-se uma partida fácil para a Espanha, que fez 92 a 67 na França. O cestinha da partida foi o espanhol Nikola Mirotic, com 23 pontos. Do lado francês, Tony Parker marcou 14 pontos, contra 13 de Nando de Colo.

Depois de um início ruim, com derrotas para Croácia e Brasil, a seleção espanhola embalou e tem destruído seus rivais. Nas duas partidas anteriores, as vítima foram Lituânia (109 a 59) e Argentina (92 a 73). Agora, a Espanha vai enfrentar na sexta-feira (19) os Estados Unidos, com quem duelou nas finais das duas últimas edições dos Jogos Olímpicos.

Os americanos até levaram um susto nos minutos iniciais de seu jogo nesta quarta, mas deslancharam ainda no primeiro quarto e eliminaram a Argentina com uma tranquila vitória por 105 a 78. Kevin Durant anotou 27 pontos e foi o nome do jogo.

Despedidas

Além de mostrar a força das três seleções classificadas, os jogos das quartas de final marcaram a despedida de ao menos três jogadores emblemáticos. O francês Tony Parker e os argentinos Manu Ginobili e Andreas Nocioni já disseram que não voltam a vestir a camisa de suas seleções.

Ao anunciar a aposentadoria da seleção, Parker explicou que é hora de se focar exclusivamente no San Antonio Spurs, que ele defende na NBA (a liga profissional dos EUA). "Estou muito orgulhoso do que fizemos pela seleção. Já disse ao Spurs e ao Pop (técnico Gregg Popovich) que este seria meu último verão (com a França). Quero encerrar minha carreira no Spurs em alto nível, quero jogar mais cinco temporadas."

Publicidade
Publicidade