Quarta-feira, 26 de Junho de 2019
NOVO REVÉS

Seleção brasileira feminina de polo aquático perde a segunda nos Jogos Rio 2016

Iniciante no torneio, a equipe enfrentou a experiente seleção russa e chegou a assustar as adversárias, mas não conseguiu a vitória



POLO.JPG Brasileiras encararam rivais mais experientes e acabaram derrotadas / Foto: Rio 2016 / Divulgação
11/08/2016 às 11:30

A seleção feminina de polo aquático voltou ao Centro Aquático Maria Lenk, para disputar a segunda partida nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Apesar do bom início, as brasileiras não conseguiram a primeira vitória na competição e foram derrotadas pela Rússia por 14 a 7.

Com um início de partida animador, a seleção brasileira fechou o primeiro quarto da partida à frente do placar com 4 a 2, mas cedeu à pressão das russas e acabou tomando a virada no terceiro quarto. Na busca pela vitória, as brasileiras se lançaram ao ataque e deixaram muitos espaços para as adversárias ampliarem a vantagem no placar.

“Nós viemos preparadas para ganhar, fazer um bom jogo contra a Rússia, que é um time tradicional. A gente conseguiu até um determinado momento do jogo. Depois disso, acho que nosso ataque paralisou e esse time tem uma defesa muito forte, mas quando se pára o ataque, quando se para de finalizar, o nosso jogo não se resolve e eu acho que foi isso que aconteceu”, analisou a goleira da seleção brasileira Victoria Chamorro.

A amazonense Lucianne Barroncas, que integra a seleção brasileira de polo aquático, também lamentou o resultado, mas destacou a evolução do time nesta partida.

“Nós podíamos ter ido muito melhor. Até porque nós mostramos potencial no começo do jogo, aquele seria o nosso real potencial de jogo. Mas, infelizmente, a gente não chegou ainda num patamar de conseguir segurar o jogo todo a pressão”, analisou Lucianne, enquanto concedia entrevista enrolada em uma bandeira do Amazonas.

Com o resultado, o Brasil fica na lanterna do grupo A, sem nenhum ponto somado. De acordo com o regulamento da competição, independentemente da pontuação, todas as seleções avançam para a segunda fase. A classificação dentro do grupo serve apenas para definir os confrontos das quartas-de-final. A seleção brasileira volta a jogar no sábado (13), às 10h40 (horário Manaus), contra a Austrália

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.