Publicidade
Rio 2016
HISTÓRICO

Thiago Braz é ouro no salto com vara e quebra o recorde Olímpico

É a primeira vez que o Brasil ganha uma medalha na prova, bem como o primeiro pódio do atletismo brasileiro no Rio 2016. 15/08/2016 às 23:27
Show braz
Brasileiro superou um dos maiores nomes da modalidade e surpreendeu o mundo / Foto: Rio 2016
acritica.com* Rio de Janeiro (RJ)

O brasileiro Thiago Braz alcançou um feito duplamente incrível na noite desta segunda-feira (15) e levou o público à loucura no Estádio Olímpico, o Engenhão. O brasileiro, que não era um dos favoritos no salto com vara, conquistou a medalha de ouro e ainda derrubou o recorde Olímpico da prova. É a primeira vez que o Brasil ganha uma medalha na prova, bem como o primeiro pódio do atletismo brasileiro no Rio 2016.

Com um salto de 6,03m, o atleta de 22 anos deixou para trás o francês campeão Olímpico da prova em Londres 2012, Renaud Lavillenie, que não superou o sarrafo em 5,98m. A medalha de bronze ficou com o norte-americano Sam Hendricks, que ficou nos 5,85m.

Aos gritos de “vai, Thiago” e “eu acredito”, o brasileiro teve atuação surpreendente ao ultrapassar em 10cm a melhor marca da carreira até então, que era de 5,93m. Na competição, além do francês, o brasileiro deixou para trás outros grandes nomes da prova, como o tcheco Jan Kudlicka e o polonês Piotr Lisek.

A conquista da medalha de ouro enoloqueceu ainda mais a torcida, que já estava elétrica desde o início da prova. Primeiro, surgiram os gritos de "é campeão". Depois, o medalhista de ouro deu a volta Olímpica enquanto o sistema de som do estádio tocava "País Tropical", de Jorge Ben Jor. Sem sombra de dúvidas, "um brasileiro abençoado por Deus".

Conheça o campeão

Thiago Braz é natural de Marília, no interior de São Paulo. Embora desconhecido de muitos brasileiros, acumulava títulos como juvenil. Os maiores feitos até então eram a medalha de prata nos Jogos Olímpicos da Juventude em 2010, em Cingapura, e a medalha de ouro no Mundial Sub-20 de 2012, em Barcelona.

Em 2009, o brasileiro procurou o técnico Elson Miranda, o atual treinador de Fabiane Murer, outra esperança de medalha do Brasil no salto com vara. E há dois anos passou a ser orientado pelo ucraniano Vitaly Petrov.

*Com informações do site da Rio 2016

Publicidade
Publicidade