Quinta-feira, 02 de Abril de 2020
BEM-ESTAR

Chega a Manaus nova tecnologia para queimar gordura e construir músculos

Criado pela BTL Aesthetics, o aparelho Emsculpt induz a contração muscular nas regiões do abdômen e glúteos, combinando o desenvolvimento muscular à queima de gordura



1563516_AF648403-74C3-4D1E-86A2-7B4D1015DE58.jpg Com várias premiações, o Emsculpt ajuda a construir músculos e eliminar gordura corporal de forma segura, eficaz e sem dor (Fotos: Divulgação e Eraldo Lopes)
17/02/2020 às 15:31

Imagine se existisse uma máquina na qual você entrasse e saísse dela com os músculos trabalhados como se tivesse malhado por vários meses? Seria a realização do sonho de muita gente, não é mesmo? Pois graças a uma nova tecnologia recém chegada ao Brasil, é possível queimar gordura, ganhar tônus e construir músculos em pouco tempo, sem dor e esforço. Trata-se do Emsculpt, criado pela BTL Aesthetics, um aparelho que induz a contração muscular nas regiões do abdômen e glúteos, combinando o desenvolvimento muscular à queima de gordura.

Manaus é a primeira cidade do Norte a disponibilizar a tecnologia que acaba de chegar à Francesconi Dermatologia (@francesconidermatologia). "É uma tecnologia não invasiva que promove o crescimento muscular e a redução de gordura, proporcionando lifting de glúteos e diminuição e definição do abdômen por meio do uso de campo magnético focado, que contrai o músculo a uma intensidade bem maior que a do exercício padrão", explica o médico dermatologista Fábio Francesconi.



As cintas e os aplicadores do aparelho são presos ao abdômen e, por 30 minutos, 20 mil contrações acontecem na sua barriga ou glúteos. A sensação é realmente de estar fazendo vários abdominais, embora parado.

A intensidade é controlável de acordo com a resistência do paciente, de 0 a 100% (quem já fez academia encara a máxima sem problemas) e são sempre três velocidades de contrações que se alternam: uma de força mediana, outra mais forte e uma de descanço.

O tratamento é feito em quatro sessões de 30 minutos e que podem ser realizadas com um intervalo mínimo de 48h. "Depois de cada sessão, o corpo sente como se tivesse feito uma série puxada de exercícios. É possivel ver os resultados logo na primeira sessão. Dependendo do paciente, chega-se a resultados equivalentes aos que seriam obtidos em até dois anos de academia em quatro sessões no aparelho", completa a dermatologista Valeska Francesconi. 

Os dermatologistas Valeska e Fábio Francesconi, responsáveis por trazer a tecnologia para a capital amazonense

A personal trainner Ana Lisboa acrescenta que uma rotina de treinos e alimentação adequada é fundamental para quem busca queima de gordura e desenvolvimento muscular. "A tecnologia funciona como um complemento, potencializando os resultados dos exercícios e ajudando na manutenção".

O Emsculpt é o primeiro aparelho não invasivo do mundo a levantar o bumbum. Ele possui várias premiações mundiais como o "My Face My Body", "Best non- surgical body Shaping Enhancement", "New Beauty Awards 2019 e outros". 

Quem pode fazer

Qualquer pessoa que já foi ou não a uma academia  pode fazer o Emsculpt. As exceções são gestantes e pessoas com implantes metálicos (pois é como se fosse uma ressonância magnética localizada), DIU de cobre, marca-passo ou cirurgias feitas há pouco tempo na região.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.