Notícias

Colisão entre ônibus e Gol deixa três mortos na Zona Sul de Manaus

Ônibus e carro chocaram-se no cruzamento da rua Major Gabriel com esquina da Japurá, Centro de Manaus, no começo da noite deste domingo (9). Além dos mortes foi confirmada uma pessoa ferida

Ana Carolina Barbosa
10/09/2012 às 00:53.
Atualizado em 12/03/2022 às 02:22

(O acidente ocorreu no cruzamento das ruas Major Gabriel e Japurá)

Três pessoas morreram e uma ficou ferida em um acidente de trânsito ocorrido às 18h30 deste domingo (09/09) envolvendo um ônibus da empresa Martins Rent a Car, de placa OAB 7828, e um Gol verde de placa JXW 5170. Eles colidiram no cruzamento das ruas Major Gabriel e Japurá, no bairro Praça 14 de Janeiro, Zona Sul de Manaus.

No carro estavam Wellington Souza Bezerra, 23 - o qual conduzia o veículo -, um menor de 17 anos e uma mulher ainda não identificada. Segundo informações do policial militar Eduardo Ferreira, o coletivo descia a Major Gabriel e o Gol seguida pela rua Japurá, quando eles colidiram e a força do impacto fez com que o ônibus arrastasse o Gol por cerca de 15 metros, parando ao bater em um posto de luz. Não se sabe ao certo quem avançou o sinal vermelho. O sargento da PM Marcos Rocha informou que a causa do acidente será levantada durante perícia nos veículos.

Contudo, com o impacto, o Gol foi parar sob o ônibus e os passageiros morreram no local. Na ocasião, um posto da Amazonas Energia foi atingido e ficou imprensado entre a parede da empresa Design Inner Office, afetando a rede elétrica e deixando as ruas adjacentes sem energia.

O motorista do ônibus pulou a janela e entregou um extintor de incêndio aos curiosos que estavam no local, já que saia fumaça do carro atingido pelo ônibus e faíscas da fiação elétrica. Em seguida, ele fugiu do local por temer ser linchado, informou uma moradora do bairro que presenciou a cena, Gisele Cruz. “Ele fugiu por medo. A mulher que estava no carro com o braço do lado de fora ainda pediu socorro com a mão, mas não dava para fazer nada”, destacou.

Contudo, informou o policial militar Marcos Rocha, o motorista, identificado como Onézio Paulo, se apresentaria por vontade própria no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), também no bairro Praça 14.

Uma mulher que estava com o motorista no ônibus foi levada pelo Samu com ferimentos leves nas pernas para uma unidade de saúde. O médico Messias Frós, informou que ela estava muito abalada. O nome da vítima não foi informado.

Guincho

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e carros do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBM-AM), além de viaturas e homens da 1ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), da Polícia Militar (PM), estavam no local até às 21h a espera de um guincho de içaria o ônibus para a retirada do veículo sob ele e, em seguida, das vítimas presas à ferragem. No mesmo horário o bairro continuava sem energia.

Um primo do menor vitimado no acidente informou que ele e alguns amigos estavam em um bar no bairro Presidente Vargas, conhecido popularmente como Matinha, ingerindo bebida alcoólica desde a manhã desde domingo, mas não soube informar se o motorista do veículo e a vítima não identificada também estavam no local.

De acordo com a proprietária do Gol, que preferiu ter a identidade preservada, ela e o marido emprestaram o carro para Wellington, que estava no Clube Municipal – na avenida Torquato Tapajós, Flores, Zona Centro-Sul - durante o dia, tocando com amigos, e na ocasião do acidente voltava para devolver o carro, o qual ficou completamente destruído.

Entre as ferragens era possível identificar instrumentos musicais que estavam no porta-malas do veículo modelo Gol. 

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
Portal A Crítica© Copyright 2022Todos direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por