2º TURNO

Haddad cobra participação de Bolsonaro em debates e diz que vai ‘até enfermaria’

O adversário dele na disputa pela Presidência, Jair Bolsonaro, foi orientado a não fazer campanha por questões médicas

REUTERS
10/10/2018 às 14:14.
Atualizado em 11/03/2022 às 17:42

(Foto: Divulgação)

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, cobrou do adversário dele no segundo turno, Jair Bolsonaro (PSL), a participação em debates e disse que, se for preciso, vai “até uma enfermaria” para debater com ele os problemas do Brasil.

“Nosso receio é que ele busque subterfúgios para não debater. Eu estou disposto a ir até uma enfermaria para debater com ele”, disse o petista em entrevista coletiva, em São Paulo.

Haddad afirmou que em um debate não há como se “acovardar” e que é preciso discutir cara a cara os problemas do Brasil e os programas de governo.

O candidato foi informado ao final da entrevista que uma junta médica não liberou Bolsonaro para atividades de campanha, e repetiu a disposição. “Eu vou na enfermaria em que ele estiver. Não tenho problema em tratar nenhum tema, mas vamos tratar como adultos, não fazendo criancice na internet”, disse Haddad. “Faço o que ele quiser para ele fale o que pensa.”

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
Portal A Crítica© Copyright 2022Todos direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por