Cenário

Feirantes estimam aumento de clientes e vendas com reformas de feiras itinerantes de Manaus

Espaços vão receber melhorias estruturais inéditas desde a fundação

acritica.com
online@acritica.com
02/06/2022 às 16:33.
Atualizado em 02/06/2022 às 16:33

Com estruturas novas e modernas, as feiras reformadas de Manaus deverão atrair um número maior de frequentadores e ampliar as vendas. Esta é a estimativa de feirantes das duas tradicionais feiras itinerantes da capital, as primeiras a receberem os trabalhos do Governo do Amazonas e da Prefeitura. A parceira vai destinar R$ 24,8 milhões para reformar 32 espaços deste tipo na cidade.

No fim de maio, o governador Wilson Lima e o prefeito David Almeida deram a ordem de serviço para a reforma das Feiras Itinerantes Prefeito I e Prefeito II. A expectativa é colocar Manaus no mesmo patamar de outras capitais, onde as feiras são referências pela boa estrutura.


Presidente da Feira Prefeito II Nelson Maciel 

“Vai ficar melhor, o cliente vem mais na feira. Como a nossa cidade está crescendo, está expandindo, a gente tem que ter melhorias para a pessoa chegar na nossa feira e ver que está bonita, como no Sul e nos outros estados que têm feiras itinerantes também. A nossa agora vai ficar igual às outras, bonita e maravilhosa, para todos os clientes chegarem e serem bem atendidos”, disse Nelson de Souza Maciel, 58, presidente da Feira Prefeito II.

A presidente da Feira Prefeito I, Marly Santos, 49, afirma que tanto os feirantes quanto os clientes serão beneficiados pelas melhorias estruturais nos espaços. “Com a feira padronizada, as pessoas vão querer vir, vai ter mais higiene. Vai ser um local em que vão olhar e dizer ‘que coisa bonita’. Se Deus quiser vai ficar assim”, disse.

Para a reforma das duas feiras serão destinados mais de R$ 3 milhões. Os serviços incluem padronização das bancadas em aço inoxidável, cobertura em tela desmontável, instalações elétricas e pintura.

A Feira Municipal Itinerante Prefeito I surgiu em 1958, conta com 170 bancas, gera cerca de 500 empregos diretos e 15 mil indiretos. Após 64 anos de atividades, essa é a primeira vez que a feira recebe melhorias por parte do poder público.

De terça a sábado, o funcionamento ocorre em um local diferente: terça-feira é na rua Coronel Salgado, no bairro Aparecida; quarta-feira, na rua Barcelos, esquina com Ferreira Pena, no Centro; na quinta-feira, ocorre na rua Apurinã, entre as ruas Tarumã e Japurá; na sexta-feira, ela se instala na rua Joaquim Gonzaga Pinheiro (popularmente conhecida como Getúlio Vargas), entre a avenida Boulevard Álvaro Maia e a rua Belém, por trás do Cemitério São João Batista; e no sábado, na rua J. Carlos Antony, no bairro Cachoeirinha.

Já a Feira Municipal Itinerante Prefeito II surgiu em 1970, conta com 36 bancas, gera cerca de 110 empregos diretos e 3 mil indiretos. A feira funciona duas vezes por semana: na quarta-feira, no conjunto Eldorado; e quinta-feira, no Centro Comercial Campos Elíseos.

Essa é a primeira revitalização que a estrutura recebe do poder público em 52 anos de atividade.

“As feiras não são apenas um local de compra e venda, mas onde as famílias se reúnem no fim de tarde, aos domingos, nos fins de semana. Isso é o resultado do compromisso que se tem com a cidade de Manaus, do comprometimento de homens públicos que se uniram”, disse o governador Wilson Lima, por ocasião da assinatura da ordem de serviço na rua Coronel Salgado, bairro Aparecida, zona sul de Manaus, durante a realização da Feira Itinerante Prefeito I.

Os convênios para a reforma das feiras de Manaus foram firmados via Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE). Já foram repassados os R$ 24,3 milhões da parte que cabe ao Estado. O restante será contrapartida municipal.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
Portal A Crítica© Copyright 2022Todos direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por