EVENTO

II Ciclos Amazônia 4.0 - ancestralidade indígena e sua relação com as mudanças climáticas

Dois dias de debates inteiramente dedicados à questão da mulher indígena e os impactos gerados pelas mudanças climáticas e as possibilidades de valorização das florestas para a Bioeconomia

acritica.com
online@acritica.com
01/08/2022 às 16:16.
Atualizado em 01/08/2022 às 16:16

O Instituto Amazônia 4.0 em parceria com a União das Mulheres Indígenas da Amazônia Brasileira (UMIAB) está realizando a segunda edição do evento Ciclos Amazônia 4.0. 

O evento acontece nos dias 8 e 9 de agosto em Manaus e tem como objetivo a construção participativa de soluções e vivências para a estruturação de estratégias de desenvolvimento com conservação da floresta e mitigação das mudanças climáticas a partir da perspectiva ancestral das comunidades tradicionais. 

Esta edição será totalmente dedicada ao olhar da mulher indígena. No centro dos debates estará a missão de fazer emergir uma nova e integrada visão para os temas como saúde, valorização cultural, saberes ancestrais e a importância do protagonismo feminino para a manutenção dos serviços ecossistêmicos, e como estes temas estão ligados à conservação da floresta e às mudanças climáticas. 

Serão dois dias de debates com mulheres representantes de diversas etnias da Amazônia Legal, bem como com a presença de cientistas, com relevantes trabalhos científicos nos temas abordados.
  

"O Ciclo Amazônia 4.0 é um importante encontro do nosso instituto, e ganhou uma nova possibilidade de formato quando nos aproximamos da UMIAB, em contato com a Telma Taurepang, e ela nos apresentou as questões femininas indígenas. Este evento é parte e servirá de base para um projeto ainda maior, com toda a comunidade indígena da Amazônia", adianta Ismael Nobre, líder do Instituto Amazônia 4.0.

O projeto "Convergências da Amazônia" ao qual se refere o Ismael Nobre, ainda em fase de planejamento, está estruturado para contar com a presença de representantes de organizações indígenas de todo o Bioma Amazônico. 

"O Amazônia 4.0 e a UMIAB estão juntos neste II Ciclos justamente para que possamos fazer uma ampla validação das temáticas indígenas importantes para compor o projeto “Convergências da Amazônia”. Tivemos o cuidado de trazer cientistas que também podem contribuir com um olhar do conhecimento acadêmico para que seja de fato multi perspectiva", ressalta Telma Taurepang.

Programação
Dia 1
O foco aqui será o debate. Serão abertos os trabalhos com falas de Ismael Nobre sobre bioeconomia e questões climáticas e de Telma Taurepang sobre protagonismo feminino indígena. Em seguida teremos palestras de lideranças indígenas (conhecimento ancestral) e cientistas (conhecimento científico). O dia termina com oficinas para discutir as temáticas abordadas com orientações e curadorias.

Dia 2
O foco aqui será organizar e assegurar a pluralidade de pontos de vista e reflexões levantadas sobre as temáticas escolhidas como base para o projeto "Convergências da Amazônia". O momento de encerramento será de microfone aberto para que os presentes possam fazer falas livres sobre temas que lhe são relevantes. E por fim uma fala de fechamento. 

Transmissão online
O II Ciclos Amazônia 4.0 acontecerá no Impact Hub de Manaus e não será aberto ao público. As palestras serão transmitidas ao vivo no Youtube do Amazônia 4.0. 

SERVIÇO
II Ciclos Amazônia 4.0
08 a 09 de agosto
Impact Hub | Manaus

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
Portal A Crítica - Empresa de Jornais Calderaro LTDA.© Copyright 2022Todos direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por