DEMISSÃO

Nelson Teich pede demissão e deixa cargo de ministro da Saúde de Bolsonaro

Teich deixa o cargo antes mesmo de completar um mês no Ministério da Saúde. Uma coletiva de imprensa está marcada para esta tarde para esclarecer a exoneração

Portal A Crítica e Agências
15/05/2020 às 14:17.
Atualizado em 10/03/2022 às 08:27

(Foto: Divulgação)

Antes mesmo de completar um mês no cargo, ministro da Saúde, Nelson Teich, pediu demissão do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Uma coletiva de imprensa está marcada para esta tarde para esclarecer a exoneração.

Na hora em que Teich anunciou sua demissão, Bolsonaro estava participando do lançamento de uma campanha de conscientização contra a violência doméstica feita pelo Ministério da Mulher e da Família.

Ele estava acompanhado de sua mulher, Michelle Bolsonaro, dos ministros Onyx Lorenzoni e Damares Alves e não falou no evento.

Luiz Henrique Mandetta, que estava no cargo desde o início do governo Bolsonaro, deixou o ministério da Saúde no dia 16 de abril colocando fim em uma gestão marcada pelo embate com o presidente sobre o combate à pandemia do novo coronavírus.

A defesa do ex-ministro para que o país seguisse as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) para brecar a proliferação da doença no país gerou atrito com Bolsonaro, que é a favor da tese de que a economia não pode parar e que apenas uma parcela da população deveria ficar em isolamento.

O apoio público do presidente para o uso da cloroquina também foi outro motivo de discordância entre os dois.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
Portal A Crítica© Copyright 2022Todos direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por