Publicidade
Sim & Não

ALE-AM adia decisão sobre cortes

07/04/2016 às 23:38
Show hfgfgh

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado (ALE/AM) deixou para a próxima semana a reunião com os demais membros da Casa que vai definir os cortes que o Poder fará para fazer frente à crise. Há propostas de todos os âmbitos, incluindo a redução salarial de 10% no salário dos servidores comissionados à redução de 30% da verba indenizatória, conhecida como “cotão”.  A resistência dos parlamentares cresce quando as propostas de cortes atingem o próprio salário.

João Batista 

A sugestão do deputado José Ricardo Wendling (PT) para que a redução de gastos comece nos  gabinetes dos parlamentares tem sido, até agora, uma pregação no deserto. Segundo ele, só a diminuição em  30% do “cotão” e o fim da  “Bolsa Universidade” geraria uma economia de quase R$ 5 milhões ao ano.

Crédito  

Internamente, os deputados ventilam transferir recursos do Tribunal de Contas do Estado (TCE/AM) para o Legislativo Estadual. O corte em 10% nos contratos atuais da Casa também está em análise.

‘Tá tranquilo’ 

Muito embora a crise seja o tema que mais aflija a Assembleia, a Casa decidiu bancar a viagem dos deputados Wanderley Dallas (PMDB), Alessandra Campelo (PMDB) e Francisco Souza (PTN) para La Plata, na Argentina, onde participam de evento da União Parlamentar do Mercosul.

Custos 

A viagem dos deputados começou ontem e deve durar três dias. A diária internacional na ALE é de R$ 1.600 por parlamentar.

Suspense 

 O deputado federal Hissa Abrahão (PDT) continua mantendo em segredo seu voto sobre o possível impeachment da presidente Dilma Rousseff, mas diz que seu posicionamento, no dia da votação, vai “orgulhar” o povo do Amazonas.

Tributo  

Enquanto um Deodato (Miranda Leão) ganhou homenagem, nesta quinta-feira (7), do TJ/AM, dando nome ao ambulatório médico do Fórum Mário Verçosa, outro Deodato (o Francisco) teve os bens bloqueados pela Justiça, por decisão do juiz Leoney Figliuolo.

Colorido  

O mês de março também ganhou uma cor para chamar de sua. Conforme lei aprovada pela Câmara Municipal de Manaus (CMM), e sancionada pelo prefeito Artur Neto (PSDB), o Calendário Oficial da cidade terá o “Março Laranja”, para a  prevenção e  combate ao bullying escolar. 

Mais 

Outras datas também foram inseridas no Calendário Oficial de Manaus por meio de leis aprovadas pela CMM e sancionados pelo prefeito. O “Dia  Municipal  de  Combate ao Assédio Sexual no Trabalho” será comemorado no dia 15 de maio e o “Dia Municipal dos Profissionais de Segurança do Trabalho” no dia 27  de  novembro.     

OK! 

O Ministério Público Estadual decidiu arquivar inquérito que investigava problemas na estrutura física da Delegacia Especializada em Atos Infracionais. Motivo: o espaço foi reformado assim que o MP passou a questionar as condições do lugar.

Auxílio  

Vai sair do Fundo Municipal de Desenvolvimento Urbano (FMDU) um reforço de R$ 20 milhões  para ajudar nas obras que a Prefeitura de Manaus fará na capital, este ano.