Publicidade
Sim & Não

Amazônia faz parte da solução

25/05/2017 às 22:19 - Atualizado em 25/05/2017 às 22:20
Show amaz nia08888

Brasília pegava fogo na última quarta enquanto o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, defendia a Amazônia como parte da solução econômica para o País, durante palestra sobre defesa nacional ministrada por ele, em SP, promovida pelo Instituto FHC.  Conforme Villas Bôas, o potencial econômico da região é de US$ 24 trilhões. Ele classificou Manaus como “epicentro” da Amazônia internacional e disse que o que se faz aqui atende aos interesses do Centro-Sul, e não os da própria da região.

Liberdade  Foi minutos antes da palestra, aliás, que o general recebeu a informação de que o presidente Temer havia pedido a ajuda das forças armadas em Brasília. “Poderemos ser empregados, mas jamais para causar alguma ruptura no processo democrático. Sempre para preservar o processo democrático”, disse ele.

Combate Na Assembleia Legislativa do Estado (ALE/AM), o decreto editado por  Temer foi defendido pelo deputado estadual Vicente Lopes (PMDB) sob o argumento de que a ação do presidente tinha como fim defender a democracia “assim como em 64”. Da tribuna, o parlamentar ainda  atacou o que chamou de “discurso de conveniência”.

Franqueza “É muito fácil chegar aqui e dizer: no PMDB só tem santo! Eu posso dizer isso nessa tribuna? Eu não posso, em respeito ao povo e à inteligência das pessoas que assistem e veem a TV todos os dias (...). Não se pode brincar de fazer democracia. Há uma corrupção generalizada e institucionalidade em todos os segmentos, sem exceção”, afirmou Vicente Lopes.  

Candidato  O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), Wilker  Barreto (PHS), oficializa no próximo sábado, em evento no Hotel Da Vinci, às 10h, sua pré-candidatura ao governo do Estado. Ele conta com o apoio do PV, PRP e PSL.

Leve e solto  Questionado se o prefeito Artur Neto (PSDB) o apoia na empreitada, Wilker afirmou que o tucano lhe deixou “à vontade”. “Só não sairia candidato se o Artur fosse”, comentou.

Indignado O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) criticou o deputado federal Silas Câmara (PRB) por indicações de “adjuntos” na Suframa. “Não pode ficar indicando para cargos pessoas que não têm qualificação. Ele acha que pelo fato de ser deputado federal tem o direito de indicar quem ele quiser para o cargo que quiser. Isso é um equívoco”, afirmou Serafim.

Construtor  Procurado, Silas disse: “Não sei do que ele está falando. Não tenho nenhuma influência na substituição de ninguém na Suframa. Quem lamenta sou eu ele estar falando o que não é verdade”. Silas ainda acrescentou que não “derruba” ninguém por cargos. “Só construo”.

Memória Conforme registrou o SIM&NÃO, ontem, o novo superintendente-adjunto de Operações da Suframa é  Bruno Lobato, então procurador da AmazonasTur. Ele é amigo de Silas. A Superintendência Adjunta de Projetos da autarquia foi ocupada pela advogada Paula Kanzler Soares, esposa do coronel Amadeu Soares, candidato a vice na chapa do deputado em 2016.

Interino  O presidente do TJ/AM, Flávio Pascarelli, assume a função de governador do Estado semana que vem. David Almeida deve ir a Brasília.