Publicidade
Sim & Não

Amazonino e Braga usam táticas inversas em campanha eleitoral

15/07/2017 às 17:17
Show amazonino e braga

As estratégias dos principais candidatos ao governo do Estado tomaram caminhos opostos nos primeiros dias de campanha para a eleição suplementar. Eduardo Braga (PMDB) decidiu correr contra o tempo para visitar o maior número de municípios do interior. Em três dias, passou por 15 cidades. Já Amazonino Mendes fez o caminho contrário. Chamou na capital prefeitos e líderes partidários do interior, selou apoios e agora conta com a influência deles fora de Manaus para angariar votos.

Estratégia A candidata Rebecca Garcia (PP) também centrou  sua campanha em Manaus na semana que passou. Ela crê que a eleição no interior do Estado terá abstenção histórica e avalia que a capital definirá quem será eleito.

Circunstâncias Vice na chapa de Rebecca, o deputado estadual Abdala Fraxe (Podemos) acredita que “metade dos votos do interior não vai aparecer” por dois motivos: a falta de ânimo do eleitor e a cheia do rios. “Há cidades do interior que as urnas ficarão no telhado”, comentou. 

Assumiu Discreto, até então, a respeito da eleição suplementar, o vice-prefeito Marcos Rotta, mais novo membro do PSDB, abraçou a campanha de Amazonino Mendes (PDT). Rotta decidiu manifestar apoio à campanha publicamente, mudando inclusive o perfil do WhatsApp.

Solução Mais do que nunca, os candidatos com recursos escassos para investir na campanha eleitoral ao governo apostam todas as fichas nas redes sociais, para tentar influenciar o eleitor.  Liliane Araújo, por exemplo, confessa que a Internet é a “salvação” de sua candidatura, exatamente por falta de verba para bancar viagens e material de campanha. 

Novato  O cabeleireiro Jardel é outro que decidiu apostar na visibilidade  que as redes sociais podem proporcionar. Foi por causa da candidatura que ele criou, na semana passada, uma conta no Instagram. Nos primeiros dois dias, já tinha algumas centenas de seguidores.

Descontração Nas visitas que têm feito a veículos de comunicação para conceder entrevistas e defender suas propostas, o cabeleireiro Jardel vem chamando a atenção por um motivo que lhe é bastante peculiar: opina sobre o cabelo de todo mundo e dá dicas para melhorar o visual. 

Ascensão Com a promoção dos membros da PM, o titular da Seap, Cleitman Coelho, foi promovido de tenente-coronel a coronel da corporação. Há 27 anos na PM, Cleitman assumiu a Secretaria de Administração Penitenciária em janeiro, com a missão de garantir o controle dos presídios, que registraram rebeliões sangrentas.

Frustração  A expectativa que os investigadores da Operação Hígia tinham sobre possíveis delações, para desvendar o xadrez em torno do esquema, não se confirmou, quatro meses após ela ter sido deflagrada. Quem integra a investigação diz que a soltura dos envolvidos prejudicou os acordos de colaboração.

Livres Em parceria com o MP e a Polícia Civil, a  Operação Hígia desvendou um ação criminosa que desviava medicamentos e equipamentos de dentro de hospitais da rede estadual de saúde. Os três principais envolvidos foram soltos dois meses após a prisão pela 4ª Vara Criminal.