Publicidade
Sim & Não

Amazonino turbina ações no interior

23/06/2018 às 14:53 - Atualizado em 23/06/2018 às 15:00
Show amazonino

O governo do Amazonas recheou a última edição do Diário Oficial do Estado (DOE) com contratos para obras viárias de municípios do interior. As publicações oficializam licitações e a contratação de empresas. A Prefeitura de Presidente Figueiredo, por exemplo, vai receber R$ 4,9 milhões para serviços de recapeamento asfáltico e tapa buracos. Uarini receberá R$ 5,9 milhões, Caapiranga R$ 3,8 milhões, Boca do Acre R$ 8,7 milhões e Tefé R$ 9,9 milhões em obras do Estado.

Parceria

Pelo menos nesta publicação do DOE, que registra a liberação de verbas para obras viárias, Presidente Figueiredo é o único a dar uma contrapartida pelos serviços:  R$ 500 mil.

Homologação 1

Em Tefé, a empresa responsável pelas obras será a MCW Construções. Em Boca do Acre, quem 
tocará os serviços será a Construtora Rio Piorini. Em Caapiranga a empreiteira definida é a Sete Plan.  

Homologação 2

No município de Fonte Boa, que receberá R$ 8 milhões, o trabalho será conduzido pela Siga Construtora e em Uarini a Compasso Construções. Não consta na publicação a empresa responsável pelo recapeamento asfáltico de Figueiredo. 

Beira-rio

Com o município de Carauari, o Estado acertou um repasse de R$ 658 mil para o “melhoramento da orla fluvial”. A Prefeitura da cidade dará como contrapartida apenas R$ 68 mil. 

Barulho

No final de semana passado, o governo fez estardalhaço em Coari ao anunciar uma ação conjunta com a Prefeitura local, que receberá R$ 15 milhões do Estado.

Trunfo

De olho na reeleição,  Amazonino Mendes deixouem stand-by o asfaltamento de ruas da capital. “O projeto está pronto na Seinfra mas ninguém, até agora, quis apertar o botão”, disse um membro do alto escalão do governo, revelando que o governador ainda tem a expectativa de firmar uma parceria com o prefeito Arthur Neto (PSDB) em 2018.

30 dias

Parlamentares do Amazonas que circularam em Brasília na última semana garantem que dentro de um mês a maioria das alianças estaduais estarão fechadas, inclusive aqui no Estado. Os partidos tentam acelerar o passo para não desperdiçar o período de pré-campanha.

Definição

Em São Paulo, o PP definiu que caminhará com o tucano João Doria, candidato ao governo. No Rio Grande do Sul, o PSB fechou aliança em favor da reeleição do governador José Sartori, do MDB. Em contrapartida, receberá apoio para a campanha do socialista Beto Albuquerque para o Senado.

(In)definição

No Amazonas, a palavra de ordem é “conversar”, mas as indefinições seguem rondando principalmente o PSD do senador Omar Aziz, pré-candidato ao governo, e o PT, que segue à espera do fator Lula. O PSB já lançou David Almeida, o PSC vai de Wilson Lima e o PDT irá para a reeleição com o apoio do PP de Rebecca Garcia.

Acirramento

A disputa por votos no interior do Estado anda tão intensa que caciques políticos como o deputado federal Alfredo Nascimento andam fazendo segredo, na véspera, sobre o destino das viagens para o interior. O parlamentar é pré-candidato ao Senado.