Terça-feira, 04 de Agosto de 2020
Sim e Não

Ambulância particular 'à disposição'


Foto-Mariana-Raphael-1-1_91455E1B-EB1E-4060-9AED-4537027B7EF7.jpg
07/07/2020 às 08:15

A diretoria de saúde da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) pediu prorrogação de mais 12 meses do contrato com a empresa BRB Serviços em Saúde Ltda para aluguel de uma ambulância. O Memorando Nº 026/2020 diz que o veículo dá suporte em remoções terrestres da sede até o Pronto Socorro, e classificou o serviço como “indispensável”. No entanto, nem mesmo servidores mais antigos da Casa viram, algum dia, a ambulância  estacionada no local. 

Eficiência O pedido foi assinado pelo diretor de saúde, Dr. Arnoldo Rodrigues Andrade, no dia 23 de junho.  O documento diz, ainda, que o serviço está sendo “executado com eficiência”. A Casa Legislativa está sem funcionar desde o dia 14 de março. 

Necessidade A Assembleia Legislativa informou que a ambulância não fica  nas dependências da sede e é acionada somente quando há necessidade. Segundo  Dr. Arnoldo, a demanda do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) é intensa e nem todas as ocasiões  podem ser atendidas com a presteza necessária. Segundo ele, o serviço só é pago  se for utilizado. Porém,  consta no Portal da Transparência do Estado que pouco mais de R$ 2 mil por mês foram empenhados até julho de  2020.  

Reclamações O aumento abusivo nos preços dos serviços e produtos encabeçaram a lista de reclamações da Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (CDC/Aleam) no primeiro semestre deste ano. De 1º de fevereiro a 30 de junho, foram 635 reclamações, sendo  500  referentes a reajuste de preço de produtos essenciais.

Funerárias De acordo com o presidente da Comissão, deputado estadual João Luiz (Republicanos), cinco agências funerárias em Manaus foram notificadas em uma operação realizada pelos parlamentares. “De março até o final de junho, realizamos uma média de 36 fiscalizações”, disse.

Repasse ao interior  O caixa de 25 municípios do Amazonas será reforçado  com a liberação de R$ 2,3 milhões, do Programa de Cofinanciamento Estadual da Assistência Social, para que as prefeituras possam investir na concessão de benefícios e  aprimoramento dos serviços de atendimento às famílias. O montante está sendo disponibilizado pela Secretaria de Estado da Assistência Social.

Visitas retomadas As visitas nas unidades prisionais do estado, suspensas desde o dia 14 de março por conta da pandemia da Covid-19, foram retomadas desde ontem. O retorno  faz parte do quarto ciclo no plano de retomada gradual das atividades, estabelecido pelo Governo do Amazonas.

Auxílio terminal O Projeto de Lei do Executivo Municipal que concede financiamento aos permissionários do Terminal 1, na avenida Constantino Nery, começou a tramitar ontem na Câmara Municipal de Manaus (CMM).  Pela proposta, a prefeitura autoriza a concessão financeira aos trabalhadores, para assegurar a continuidade das atividades econômicas deles durante a reforma que está programada para ser feita no local ainda este ano.
 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.