Quinta-feira, 24 de Setembro de 2020
Sim e Não

Após falhar em impeachment, Josué anuncia que vai destrancar pauta


50195991573_e264f77fc7_c_F31D7B66-8A5F-48C9-BE34-8786BDFC8FDB.jpg
08/08/2020 às 18:36

Depois de falhar na tentativa de emplacar um impeachment do governador Wilson Lima e do vice, Carlos Almeida, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, Josué Neto (PRTB), anunciou que vai, finalmente, destrancar a pauta da Assembleia, que há dois meses não vota nenhum projeto. 

O anúncio foi feito por meio de vídeo encaminhado pelo parlamentar via WhatsApp. No vídeo, Josué afirma que a Assembleia vai aprovar, esta semana, o projeto de lei enviado pelo Governo do Estado que cria a Delegacia contra a Corrupção, que vai receber verdas federais para sua implantação. "Por isso, estou vindo a público, com humildade e sentimento republicano, me direcionando ao Governador Wilson Lima. Há meses estamos tendo embates políticos e está na hora de acabar com essa desunião. Está na hora do poder público trabalhar juntos em sintonia, pelo bem do povo do Amazonas. E nesta semana, a Assembleia vai aprovar a lei que cria a Delegacia de Combate à Corrupção". 

Após sinalizar a aprovação da criaçaõ da delegacia, Josué fez lobby pela aprovação da 'Lei do Gás', de autoria dele e que foi vetada pelo governador do Estado. Como a ALE-AM ainda não analisou o veto, a pauta está trancada. "Na mesma linha, em não perder ou deixar de ganhar recursos, é importante que a Assembleia Legislativa, juntamente com o Governo do Estado, tenha a responsabilidade em aprovar a nova lei de abertura do mercado do gás natural. A lei de abertura do mercado do gás natural é a lei mais importante desde a criação da lei da Zona Franca de Manaus", sustentou Josué. 

O projeto de lei de Josué Neto foi considerado inconstitucional e o governo sinalizou que deve enviar um novo projeto versando sobre o tema em setembro. 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.