Publicidade
Sim & Não

Após férias, julgamento de José Melo chega ao fim

24/10/2016 às 21:19
Show show melo

Com as férias da juíza federal Ana Paula Serizawa encerradas e retornando hoje, acaba o entrave que até aqui impediu o presidente do TRE-AM, Yedo Simões, de declarar seu voto de minerva e concluir o processo contra o governador José Melo (Pros). A aposta é que tudo acabe na sessão desta tarde. O entendimento da Corte é que o julgamento só pode chegar ao final com a presença de todos os seus membros na sessão. Yedo está com seu voto pronto há mais de um mês.

Placar

No processo, o governador é acusado de abuso de poder econômico e político. Até aqui, o placar da votação está em 3 a 3. O voto do presidente do TRE-AM decide.

Contabilidade

Em um período de defender a administração que faz parte de qualquer jeito, as secretarias municipais contabilizam cada número com precisão. A Semsa, por exemplo, sustenta que a inauguração de uma UBS no Crespo, na semana passada, é a 52ª obra na Saúde da gestão tucana.

Carretas cheias 

No mês em que se intensifica as campanhas sobre a importância de exames preventivos relacionados à saúde da mulher, o secretário municipal Homero de Miranda Leão (Saúde) diz que as “Carretas da Mulher” têm sido exigidas ao máximo.

A propósito

Criadas na administração de Amazonino Mendes (PDT), as “Carretas da Mulher” entraram na pauta do candidato a prefeito de Manaus, Marcelo Ramos (PR).

Vai crescer

Essa semana, o candidato do PR prometeu em suas inserções na TV que, se eleito, vai estender o programa para idosos e deficientes. Seria as “Carretas dos Idosos” e as “Carretas dos Deficientes”.

Rastro 1

A coligação “Mudança para Transformar” pediu à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal que investigue o pagamento de mais de R$ 60 milhões que está sendo feito pela Secretaria Municipal de Finanças (Semef), na última semana das eleições municipais.

Rastro 2 

A coligação quer que a liberação dos pagamentos seja monitorada e a manobra investigada e, ao mesmo tempo, que os fornecedores sejam impedidos de fazer saques em espécie acima de R$ 10 mil, em todas as agências bancárias de Manaus, a partir desta terça-feira, 25.

 

Por que?

O desembargador Wellington José de Araújo deu prazo de dez dias, após notificação, para Artur Neto (PSDB) explicar porque a prefeitura continua cobrando dívida de contribuintes cujo valor é inferior a 52,13 UFM.

Lei morta

A Justiça foi acionada por Marcelo Ramos. A determinação para notificar o prefeito foi emitida ontem. Lei aprova em 2015 determina que essas dívidas não sejam ajuizadas e nem cobradas pela Procuradoria Geral do Município.

Agenda cheia

Ausente nas entrevistas e debates que Artur Neto (PSDB) tem participado, Marcos Rotta (PMDB) justificou a ausência dele no debate da TV A Crítica, no domingo, 23, com a agenda de gravações de programas eleitorais e os trabalhos na Câmara de Deputados.

Quase sempre

 “Sempre acompanho. Mas como tinha que vir a Brasília hoje (ontem), estava em estúdio gravando. Aliás, acabei de chegar (em Brasília)”, declarou Rotta.