Publicidade
Sim & Não

Após silêncio, Artur Bisneto diz que torce para Eduardo Cunha ser cassado

12/09/2016 às 19:30 - Atualizado em 12/09/2016 às 19:46
Show arthur bisneto by alexssandro loyola

Depois de silenciar sobre o assunto, o deputado federal Artur Bisneto (PSDB) declarou há pouco à coluna que vai votar pela cassação de Eduardo Cunha (PMDB). “Vou dar meu voto e torcer para que ele seja cassado mesmo”, afirmou o tucano.

Bisneto diz que cassar um colega de parlamento é desagradável, mas que só 10% das acusações que pairam sobre Cunha já seriam suficiente para ele ser cassado. A sessão que vai decidir o futuro do ex-presidente da Câmara ocorre neste momento e deve se estender pela madrugada.

Mais de 50 parlamentares se inscreveram para falar durante a sessão. Bisneto não está na lista. “Não gosto de tripudiar na cabeça de quem está morto”, disse o deputado federal. O parlamentar do Amazonas diz que sempre foi distante de Cunha, e que a relação entre os dois nunca passou do limite da cordialidade.

Três deputados federais ainda não declararam como vão votar logo mais: Átila Lins (PSD), Conceição Sampaio (PP) e Marcos Rotta (PMDB). Silas Câmara (PRB), Hissa Abrahão (PDT), Pauderney Avelino (DEM) e Alfredo Nascimento (PR) adiantaram voto pela cassação de Cunha na semana passada.

Sumido Aliado e sempre colado em Cunha quando o peemedebista ainda ocupava a presidência da Câmara, Átila Lins é o único deputado da bancada do Amazonas que ainda não registrou presenção na sessão. 

Depois de um intervalo de uma hora, a sessão da câmara foi reaberta.Há 356 deputados presentes. O quórum e o número de votos necessários para cassar são 257.