Publicidade
Sim & Não

Arena se pagará em 3 mil anos

18/02/2019 às 07:32
Show arena e74017d9 e2e0 4a3f a037 297a903810e4

Estudo feito por uma consultoria privada revela que, se Arena da Amazônia mantiver a média de receita dos últimos seis anos, vai demorar mais de 3 mil anos para cobrir o investimento de R$ 670 milhões gastos em sua construção. Em seis anos, o estádio foi palco de 359 partidas, com renda média de apenas R$ 282. A Arena precisaria de mais 118 mil jogos com essa média de renda para se pagar. O Estádio Mané Garrincha precisaria de 2,7 mil anos, e Arena Pantanal, 1,2 mil.

Pré-campanha   Com o anúncio de que o Solidariedade (SD), liderado no Estado pelo deputado federal Bosco Saraiva, terá candidato majoritário à Prefeitura de Manaus em 2020, já são três as pré-candidaturas. Bosco afirma que a sigla inicia em março um programa de filiação para, só depois, definir um nome.

Pré-campanha 2  Outro colega de bancada, o deputado José Ricardo também é cotado, embora negue a pré-candidatura. O ex-deputado estadual David Almeida (PSB) foi o primeiro a anunciar a intenção de disputar o comando do Executivo Municipal.

Repasses   Dos dez municípios amazonenses que mais receberam recursos dos governos federal e estadual em 2018, cinco estão localizados na Região Metropolitana de Manaus (RMM). São eles: Presidente Figueiredo, Itacoatiara, Manacapuru e Iranduba, além da própria capital.

Acréscimo  Levantamento elaborado pelo deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) revela um acréscimo de mais de meio bilhão em transferências para os cofres dos municípios, saindo de R$ 6,1 bilhões em 2017, para R$ 6,6 bilhões no ano passado.

Manaus  A Prefeitura de Manaus lidera o ranking, tendo recebido R$ 3 bilhões em repasses. Em seguida vem Coari, que mantém o posto de município mais rico do interior, com R$ 232,5 milhões em recursos transferidos pela União e governo estadual no ano passado.

Comissão    O advogado Carlos Santiago irá presidir a Comissão de Reforma Política e Combate à Corrupção Eleitoral da OAB/AM no triênio 2019-2021. Desde às eleições 2016, o advogado é um dos coordenadores do Comitê de Combate à Corrupção e Caixa Dois.

CMM  Dos 13 projetos de lei da pauta de votação da Câmara Municipal de Manaus, quatro propostas se referem à criação de mês ou dia temático e semana de conscientização, além da comenda de utilidade pública a duas organizações da sociedade civil. Um projeto de resolução prevê a criação de uma Frente Parlamentar Mista de Defesa do SUS.

FTI A mensagem governamental que visa remanejar recursos do FTI para pagar as dívidas da saúde deve retornar à pauta e a apreciação dos deputados estaduais nesta terça-feira (19). A informação é líder do governo Carlinhos Bessa (PV). Na semana passada, após uma série de críticas, o líder retirou de pauta a proposta.

A gregos e troianos   O novo texto destina recursos para saúde na capital e 11 municípios do interior. A proposta original contemplava repasses apenas para Manaus o que motivou a articulação de prefeitos do interior do Estado, encabeçada pela Associação Amazonense dos Municípios (AAM).