Publicidade
Sim & Não

Artur Neto fabrica popularidade na Internet

05/03/2017 às 19:48 - Atualizado em 06/03/2017 às 17:28
Show show jkjkjkjk

Um sistema automatizado de comentários positivos a respeito das ações do prefeito de Manaus, Artur Neto (PSDB), falhou na última sexta (3) e deixou claro que a popularidade do tucano nas redes sociais é fake. Postagem do portal acritica.com sobre um mutirão da Defensoria Pública em delegacias ganhou diversos comentários elogiosos ao político, como “bom saber que o prefeito Artur começou a fazer um trabalho nessa área de línguas”.

Flagrante 

A postagem no Facebook, que trata sobre o mutirão para resolver questões como guarda compartilhada, divórcio e pensão, mantém comentários sem qualquer conexão com a notícia. “Nosso prefeito e seu vice estão priorizando essa área da educação. Estão de parabéns”, diz um deles. 

 Trapaça

Ao estranhar os comentários, A CRÍTICA apurou que a gestão de Artur Neto faz uso de uma ferramenta padrão, com perfis de aluguel, para disparar elogios ou defender o prefeito nas redes sociais. Na última sexta, um erro no sistema automatizado disparou as frases pré-fabricadas na notícia errada.

Clean 

Os advogados do senador Eduardo Braga parecem ter atuado fortemente nos últimos meses para limpar a ficha do parlamentar no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ/AM).

Ações 

Dos 13 processos contra Eduardo Braga na justiça estadual em grau de recurso - a maioria por improbidade administrativa e dano ao erário - oito aparecem com a descrição “encerrado” e três como “julgado”.

Inquietação

Braga, aliás, está em compasso de espera diante da notícia de que o procurador-geral Rodrigo Jantot pedirá abertura de inquérito contra deputados, senadores e ministros suspeitos de receberem propina da Odebrecht. Conforme registrou a revista Veja, neste fim de semana, oficialmente Braga recebeu da empreiteira R$ 1,2 milhão. Mas a empresa sempre agia “por fora”.

 Felizão

Diante dos rumores de insatisfação dentro do PMDB, o deputado estadual Vicente Lopes deixou claro que, se há alguém incomodado com a legenda, não é ele. “Estou satisfeito onde estou. Sempre estive no PMDB e me preparando para a eleição do ano que vem. Longe de mim pensar em sair do partido”, declarou o parlamentar à coluna.

Fiscalização

O governador José Melo (Pros) tirou parte do fim de semana para visitar obras tocadas pelo Estado. O vice  Henrique Oliveira (SD) e os secretários de Planejamento, José Jorge Junior, e de Educação, Algemiro Lima, fizeram companhia a Melo durante a inspeção.

Estímulo

De acordo com o governador, dois pacotes de obras do governo do Estado (de R$ 1,1 bilhão na área de educação e R$ 1,5 bilhão para a infraestrutura) devem gerar 20 mil empregos diretos. Diante do número de desempregados, “isso é um grande alento”, diz José Melo.

Pavor

Moradores da Vila do Puraquequara estão apavorados com pichações de muros que, aparentemente, demarcam territórios de facções criminosas. Muitos correram semana passada para apagar com tinta inscrições como “FDN”, “CV” e “PCC”.