Publicidade
Sim & Não

Ato pró-Hissa testa simpatia interna no PDT

13/07/2016 às 22:16 - Atualizado em 13/07/2016 às 22:57
Show fotorcreated

Evento criado para confirmar a aposta do PDT na candidatura de Hissa Abrahão a prefeito ocorre, nesta quinta-feira (14), em Manaus, sem a presença de caciques como Amazonino Mendes e Carlos Luppi. Até esta quarta-feira (13), o único nome confirmado era o de Ciro Gomes, defensor ferrenho de que os deputados federais, como Hissa, que votaram a favor do impeachment, deram um golpe. Aliás, o político amazonense foi punido e quase expulso da legenda por pensar diferente.

Promessa 

Carlos Luppi alegou que compromissos em São Paulo e as articulações para a sucessão de Eduardo Cunha (PMDB) podem deixá-lo de fora do evento à noite. Mas teria garantido presença na convenção que oficializará a candidatura de Hissa, ainda sem data.

Só pro chá 

Amazonino decidiu não ir ao evento, mas teria prometido abrir as portas da casa para Hissa e comitiva, à tarde, para um chá. Em junho, o ex-governador afirmou que Hissa se lança candidato pelo PDT, mas isso não quer dizer que é o candidato dele.

Tão dentro  

Hissa Abrahão diz que desembarcará nesta quinta em Manaus com o líder do PDT na Câmara, Weverton Rocha, e do ex-ministro das Comunicações de Dilma Rousseff (PT), André Figueiredo.  O deputado diz não ter dúvida de que o partido estará por inteiro na campanha dele, e de que não ficou mal entendido no episódio do impeachment.

Envergou... 

O ex-deputado Marcelo Ramos informou, nesta quarta, que após ir ao local onde a carreta-gabinete dele do PR fez uma manobra invadindo o canteiro central, constatou que o veículo não danificou nenhuma muda plantada no local.

...mas não quebrou 

Para o pré-candidato do PR, diante disso, é injusto dizer que o carro destruiu a muda plantada pela prefeitura no canteiro central da Alameda Cosme Ferreira, na zona Leste.

Veja bem  

Em nota, a Semmas confirmou que a muda não chegou a ser arrancada, mesmo assim decidiu notificar o proprietário do veículo e adverti-lo. E não descarta multá-lo em caso de morte da planta.

Pilhéria 

Thiago Fish, aquele que no ano passado perdeu o controle de uma Pajero Dakar, ao dirigir a 138 km/h na BR-174, provocando um acidente que resultou na morte de duas jovens, está processando criminalmente o presidente do Detran/AM, Leonel Feitoza.

Justiça  

Fish quer retratação pelas declarações que Leonel Feitoza deu à imprensa em virtude do ocorrido, e por este ter decidido cassar a habilitação do motorista. Leonel soube do processo nesta quinta-feira, mesmo dia em que Thiago Fish foi condenado por homicídio culposo pelo acidente.

Tá aberto

O presidente do TJ-AM, Flávio Pascarelli, publicou edital abrindo processo de eleição destinado a preencher uma vaga de juiz titular no TRE-AM, na classe dos advogados. A publicação foi feita nesta quinta-feira.

Refazendo

Há uma vaga no TRE-AM por preencher, a de Affimar Cabo Verde. A lista tríplice chegou a ser eleita, mas o tribunal devolveu o processo para o TRE-AM substituir o nome de Felipe Thury, que fazia parte de outra lista e já foi empossado no cargo.