Publicidade
Sim & Não

Áudio coloca Alessandra na berlinda

05/06/2016 às 22:15 - Atualizado em 05/06/2016 às 22:16
Show 10991284 10204466268868988 8971990373663101806 n

O áudio (ouça acima) em que a deputada Alessandra Campêlo (PMDB) orienta amiga a espalhar  boato de que o Governo deu ordem para que faltasse energia na hora do Fantástico será analisado pela corregedoria da Assembleia Legislativa. A informação foi confirmada pelo líder do Executivo na ALE, David Almeida (PSD), que condenou a postura da colega. “A sociedade não tolera essa tipo de atitude: enganar, mentir, dissimular”, disse ele, lembrando que as punições vão de reprimenda verbal à cassação do mandato.

Vacina

Após o vazamento do áudio, a deputada gravou vídeo confirmando que acionou aliados para que espalhassem o que hora ela chama de notícia, hora de boato. Segundo Campêlo, seu objetivo foi frustrar manobra do Governo. Confira:

‘Blogs’

No áudio, Campêlo  sugere que “bloguezinhos”  sejam usados para divulgar o boato. Para Almeida, apenas a aprovação do Marco Regulatório da internet pelo Congresso Nacional pode 
frear a disseminação de falsas notícias feita por esses canais. 

De boa

Secretário municipal procurou a coluna para negar que haja clima de animosidade entre o prefeito Artur Neto e o governador José Melo, que segundo ele almoçaram juntos há duas semanas. “Essa ‘briga’ só interessa a quem não quer que o Artur chegue forte nas eleições”, avalia o aliado.
 
Perdão  

“Ninguém pode ser condenado por uma vida inteira”. A frase é do ministro dos Esportes, Leonardo Picciani, ao defender a nomeação de  Vandinho Pitbull como seu assessor especial. Pitbull foi condenado por dupla tentativa de homicídio em 1999.

Currículo  

Na opinião de Pauderney Avelino (DEM), uma análise mais criteriosa de currículo teria evitado boa parte do desgaste acumulado  pelo Governo Temer . “Não conheço bem os problemas dela, mas o governo podia evitar exposições desnecessárias”, disse ele sobre a nomeação de Fátima Pelaes.

Na pressão

Citados pela imprensa nacional como propensos a mudar o voto no processo de impeachment de Dilma Rousseff, os senadores Romário Faria, Cristóvam  Buarque e Acir Gurgacz foram “bombardeados” por eleitores.

Na pressão 2  

Até post em que Romário lamenta a morte do boxeador Muhammad Ali foi tomado pelas críticas à possível “troca de lado” do parlamentar carioca, que semana passada visitou a presidente afastada. Em Manaus, Cristóvam ouviu coro de “fora Temer” ao chegar no ensaio do Garantido, sábado (4), em Manaus.

Errou o dia  

O deputado federal Marcos Rotta (PMDB) tentou passar a imagem de que se preocupa muito com a ecologia, mas cometeu falha básica em postagem semana passada. Ele exaltou e celebrou o Dia Mundial do Meio Ambiente no dia 1º de junho, mas o correto é 5 de junho.

É a crise...  

A situação econômica do país abriu novo filão para escritórios jurídicos: ações de lojistas contra shoppings com baixo índice de ocupação. A legislação  assegura revisão de aluguel e até extinção de contrato em casos de alta taxa de lojas ociosas, dizem especialistas.

Sucesso  

Primeiro shopping center do País a aderir ao “Dia da Liberdade de Impostos (DLI)”, o Manauara comemorou aumento de 60% no fluxo de veículos no dia da ação, quinta-feira passada. O DLI é promovido pela CDL Jovem.