Publicidade
Sim & Não

Braga diz não saber se vota com Dilma

02/06/2016 às 22:12 - Atualizado em 02/06/2016 às 22:15
Show galeria eto7965 editar

De volta a Manaus pela primeira vez após sair do Ministério de Minas e Energia, o senador Eduardo Braga (PMDB) afirmou, nesta quinta-feira (2), que ainda não sabe se votará contra ou a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

“Não tenho ainda uma definição”, disse. O ex-ministro de Dilma diz que, pelo bem do Brasil, torce para que o governo de Michel Temer dê certo, uma vez que muitos depositaram esperança no vice-presidente. “Ele precisa comprovar isso agora”, ponderou. Ouça: 

Dois na conta  

O jornal Extra, do Rio de Janeiro, publicou matéria afirmando que os aliados de Dilma consideram que Braga e o senador Omar Aziz (PSD) estão no grupo que deve votar contra o impeachment. Omar nega que tenha mudado o voto.

 

Beijos...  

Destoando de nota do PMDB estadual publicada no dia 1º, Braga afirmou que o mandato dele no Senado está à disposição de José Melo (Pros) e Artur Neto (PSDB) para ajudar no momento difícil que passa o sistema de Saúde em Manaus.

...e tapas

Em nota assinada pelo diretório estadual, o PMDB sustenta que o governo promove um desmonte da Saúde Pública do Estado.

Situação crítica  

No mesmo dia em que afirmou que decisões do governo estadual na área da Saúde vão sobrecarregar o sistema e precarizar os serviços, o prefeito Artur Neto (PSDB) decretou situação de emergência na capital por conta da epidemia de Zika vírus. 

Time que ganha  

Segundo o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão (PSDB), o decreto foi preciso para que o município possa manter o trabalho de combate ao vírus. De acordo com o titular da Semsa, Manaus vem vencendo a luta contra a o Zika. 

Na frente  

Enquanto a taxa nacional de incidência de casos da doença é de 44,7 casos por grupo de 100 mil pessoas, em Manaus a taxa de incidência é de 2,18 por 100 mil, informou o secretário Homero.

Só se  

O deputado federal Silas Câmara (PRB) garante que quem aposta que a candidatura dele é blefe vai perder a aposta. Evangélico, o político diz que só Deus, o povo, o partido, e as alianças políticas dele o impedem de disputar a prefeitura.

Do arromba  

“Minhas alianças estão mais firmes que rocha. Dia 10 de junho, o PRB vai oficializar minha candidatura, em um evento que por si só vai dizer se é para valer ou não. Você vai ver o rombo”, declara Silas.

Corpo estranho  

Em reunião da Comissão de Meio Ambiente da ALE-AM, nesta quinta, os deputados Luiz Castro (Rede), Bi Garcia (PSDB), Bosco Saraiva (PSDB) e Dermilson Chagas (PEN) combinaram de apresentar um pedido para a retirada de artigo da Lei 79/2016 que permite criação de peixes exóticos no Amazonas.

Bico de tucano  

Durante a reunião, ao ouvir um colega sugerir que o próprio governo poderia pedir a retirada do artigo, Bosco Saraiva disparou: “O governo é muito arrogante, não faria isso”. Mas fez.

Chiadeira  

O MPF, Instituto Chico Mendes, Inpa e até o ministro do Meio Ambiente (MMA), Sarney Filho (PV), tinham criticado a lei aprovada em maio na ALE-AM. Em nota no site do MMA, Sarney Filho tachou a nova legislação de “retrocesso ambiental”.

Foto: Roberto Stuckert Filho/PR