Publicidade
Sim & Não

Braga diz "sim" ao impeachment, mas recua na hora de cassar os direitos de Dilma

31/08/2016 às 14:20 - Atualizado em 31/08/2016 às 14:35
Show bragadi

Na consciência? O senador Eduardo Braga (PMDB) votou a favor do impeachment de Dilma Rousseff (PT), mas na votação para cassar os direitos políticos da petista, disse não.

Livre Ao lado de Vanessa Grazziotin (PCdoB), o ex-ministro de Dilma foi um dos 32 senadores que preferiram manter a ex-presidente com os direitos políticos. A decisão permite que a petista já dispute até as próximas eleições, se quiser.

Com o livrinho O senador Omar Aziz (PSD), que votou sim para as duas questões, impeachment e ineligibilidade, diz entender que a decisão tomada pelos colegas está fora da Constituição. “Eu votei a favor do que diz a Constituição, no artigo 52. Pela perda dos direitos”, declarou o senador à coluna Sim&Não.