Publicidade
Sim & Não

Cassação de Melo cria precedente contra Temer

15/05/2017 às 21:35 - Atualizado em 15/05/2017 às 21:41
Show 34412536706 b3014058af h

O procedimento adotado pelo Tribunal Superior Eleitoral na cassação do governador José Melo (Pros) e do vice, Henrique Oliveira (SD), beneficiou um aliado direto do presidente Michel Temer, o senador Eduardo Braga (PMDB), mas foi um péssimo sinal para o próprio presidente. Mesmo não havendo nenhuma acusação formal contra Henrique, a cassação atingiu o vice em cheio. Por analogia - e pelos argumentos dos ministros - a chapa Dilma-Temer também virá abaixo, com novas eleições à vista.

Porteira   Após a votação do ‘Caso José Melo’, dificilmente o TSE dará guarida ao argumento de que o então vice-presidente Michel Temer nada teve a ver com a campanha de Dilma Rousseff, do PT.  

Fúria  O ministro Herman Benjamin, relator do processo de cassação da chapa Dilma-Temer, deu um dos votos mais contundentes no julgamento de José Melo. Está, aparentemente, com sangue nos olhos contra a classe política. 

Ligeiro  Em coletivas à imprensa ou durante anúncios de ações do Executivo Estadual, o governador interino David Almeida (PSD) tem utilizado termos curiosos para se referir ao curto tempo de mandato que terá à frente do Estado. 

Poético  Ontem, falando à imprensa na Avenida das Flores, Almeida usou um trecho bastante conhecido da clássica canção “Tempo Perdido”, da banda de rock Legião Urbana, para ilustrar seu comentário. 

The Flash  “As obras serão bem rápidas, assim, como será a minha passagem pelo governo do Estado. Não temos tempo a perder”, disse o governador. Em seguida, ele emendou que “todas as ações desse governo serão céleres”.

Zoeira  O deputado estadual Francisco Souza (PSC) disse aos colegas, em um grupo de WhatsApp formado pelos 24 deputados, que será candidato ao governo. Um deles tirou sarro na hora, dizendo que Souza queria comandar o Estado, mas não conseguiu ganhar nem a eleição para a Prefeitura de Iranduba.

Sermão   O suplente de vereador Dallas Filho, filho do deputado estadual Wanderley Dallas, ambos do PMDB, preparava ontem o discurso de posse para assumir uma vaga na Câmara Municipal de Manaus (CMM). Ele conta com a ida do vereador Marcel Alexandre para a SMTU. 

Entra e sai  O prefeito Artur Neto (PSDB) deve anunciar na sexta-feira (19) não só a saída de Audo Albuquerque da SMTU como também mudanças em seu staff. O vice, Marcos Rotta (PMDB), é cotadíssimo para comandar a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf).  

Irritação  A mudança na Seminf não é à toa. Pesquisa publicada por A CRÍTICA revelou que a buraqueira em Manaus está entre os principais motivos de insatisfação na capital. O asfaltamento na cidade é considerado ruim ou péssimo por 77,9% dos entrevistados. 

Visita  O ex-deputado Marcelo Ramos (PR)  visitou ontem o ex-governador Amazonino Mendes (PDT) no hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Apesar de já ter recebido alta médica, Amazonino segue sob avaliação. 

De passagem  Marcelo diz que estava em SP para tratar de outros assuntos quando decidiu fazer a visita. O pré-candidato jurou que o assunto “eleição” não fez parte da conversa.