Domingo, 16 de Junho de 2019
Sim & Não

‘Compartilhar a Amazônia é falta de juízo’


agora_haddad_FA4FA13E-055E-44A7-89E7-406632AE186B.JPG
24/05/2019 às 07:11

Em Manaus cumprindo agenda com a caravana “Lula Livre”, o ex-candidato à presidência da república Fernando Haddad (PT) criticou o que chamou de carta branca dada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) para a exploração da Amazônia pelos Estados Unidos. “Isso daí é falta de juízo. Como é que você vai compartilhar seu território com outro país?  Um presidente não tem essa liberdade de ficar negociando o nosso território“, afirmou.

Impopulares   Comparando a popularidade de Bolsonaro e do presidente norte-americano Donald Trump, Haddad afirmou que ambos amargam a perda de apoio popular. “O Bolsonaro perdeu a popularidade que ele tinha, está ai com quase 40% de ruim e péssimo, assim como o Trump também não está nadando na popularidade”.

Pegou falta   A ausência da ex-senadora Vanessa Grazziotin (PC do B) na caravana capitaneada por Haddad em Manaus foi sentida e comentada nos bastidores.

Sem condições “Não tinha condições de me ausentar de Brasilia. Tinha agenda marcada há muito tempo. Inclusive estou aqui com a Manuela (D’Ávila, do  PC do B, que foi vice na chapa de Haddad). O importante é que o partido participou”, justificou a ex-senadora à coluna.

Digitais   A reivindicação mais urgente apresentada ao ministro Sérgio Moro pelo Sindicato dos Peritos do Amazonas, em reunião realizada em Brasilia na quarta-feira, é a implantação no Estado do sistema AFIS (sigla em inglês para Sistema de Identificação Automatizada de Impressões Digitais).

Biometria   Sistema de identificação biométrica digitalizada, o AFIS é utilizado para comparar uma impressão digital com impressões previamente arquivadas no banco de dados do sistema. “É impossível encontrar uma impressão digital no local de um crime e ter que comparar com milhões de prontuários de papel”, explica a presidente do Sindicato dos Peritos do Amazonas, Viviany Pinto.

Projeto   Durante a audiência com o ministro da Justiça Sérgio Moro, foi apresentado um projeto de R$ 92 milhões para área de segurança pública no Amazonas. Controle da fronteira e segurança na capital são prioridades.

Pioneira   A MAP Linhas Aéreas é a primeira da região Norte a obter a recertificação IOSA (IATA Operational Safety Audit), reconhecido internacionalmente como um dos mais criteriosos e exigentes atestados de excelência técnica e elevado padrão de qualidade e segurança operacional.

Oportunidades  Com a certificação, a MAP amplia as oportunidades comerciais, principalmente com relação ao aumento da malha para outras regiões e possibilidade de operacionalização de voos internacionais. A IOSA é concedida pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA).

Tenso  Vereadores de Coari ficaram horas trancados nos gabinetes ao saber que uma equipe de uma emissora de TV nacional havia chegado à Câmara para entrevistá-los.

Medo  Depois de muita insistência, os vereadores que cassaram quatro colegas de oposição este mês resolveram atender os jornalistas, que andam com dois guarda-costas.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.