Publicidade
Sim & Não

CPI: ALE e CMM em ‘guerra fria’

24/09/2016 às 15:10
Show 1107210

Acuada pela oposição e por aliados do prefeito Artur Neto (PSDB), que atuam para a CPI da Saúde na ALE-AM sair do papel, a base do governador José Melo (Pros) fez chegar até o Executivo municipal que se a investigação for aprovada na Assembleia, o troco será dado na CMM. A informação é que não seria muito difícil também para aliados no governo conseguirem votos suficientes para colocar a gestão tucana na mira de uma CPI no Legislativo municipal.

Correria 

A uma semana do fim do 1º turno das eleições, o TRE-AM deve iniciar essa semana o julgamento dos primeiros recursos de processos envolvendo propaganda eleitoral.

Pra barrar

O MPF de Brasília ingressou com um recurso para derrubar a medida cautelar que deu sinal verde para Henrique Oliveira (SD) ter o registro de candidatura liberado. O feito é analisado pelo ministro do TSE, Napoleão Nunes Maia Filho.

Já era 

Para a defesa do candidato a prefeito de Manaus do SD, a iniciativa do MPF é inócua. Isso porque o registro de Henrique foi liberado pela Justiça Eleitoral do Amazonas. A cautelar ingressada no TSE teria sido apenas uma medida de precaução, caso a candidatura do cliente fosse negada pelo TRE-AM.

Concentração

A estratégia que será seguida pelo prefeito Artur Neto (PSDB) no debate da TV A Crítica, hoje à noite, começou a ser desenhada ainda na sexta, 23. Na propaganda eleitoral na TV, o tucano partiu para o confronto direto com o candidato do PR, Marcelo Ramos.

Tem audiência

“Rapaz, estamos tentando tirar, mas os eleitores não deixam. Eles gostaram de saber quem é o verdadeiro Marcelo”. A frase é do chefe da Casa Civil da prefeitura, Márcio Noronha, sobre o conteúdo das últimas inserções da campanha tucana que continuam na TV, mesmo com decisão da Justiça para tirar do ar.

Sem contra-ataque

A equipe de Marcelo Ramos diz que faltando uma semana para o fim do 1º turno, o candidato não tem interesse em “responder na mesma moeda aos ataques que vem sofrendo do prefeito”.

À espera... 

Aprovados em concurso da Defensoria Pública fazem campanha na cidade por meio de outdoor cobrando convocação.

...de um chamado

“Sem defensor público não há acesso à Justiça para quem precisa. Há concursados à espera de nomeação”, diz trecho da peça publicitária.

Uma bênção

Candidato a prefeito com trânsito e base política no seguimento evangélico, Silas Câmara (PRB) foi atrás e recebeu a bênção do  arcebispo de Manaus, Dom Sérgio Castriani.

Torneira fechada

A pedido do Ministério Público Estadual (MP-AM), a Justiça bloqueou as contas da Prefeitura de Barreirinha, até que o município regularize o pagamento de salários atrasados do funcionalismo público.

120 dias e nada 

Segundo o promotor Marcelo Augusto Silva, há servidor da Prefeitura de Barreirinha que não recebe há quatro meses. O bloqueio das contas do município foi determinado pela juíza Silvânia Corrêa.