Publicidade
Sim & Não

Credores se agitam com promessa do PSDB/AM

12/12/2017 às 22:18
Show artur 123

A garantia dada pelo PSDB do Amazonas de que quitará ainda este mês o débito que  Artur Virgílio Neto mantém com o marqueteiro Marcos Martinelli, responsável pela vitória do tucano em 2016, provocou agitação em dezenas de prestadores de serviço que atuaram na campanha do tucano e também levaram calote. Há empresas que “quebraram” devido aos débitos acumulados após o trabalho realizado na eleição de Artur. A dívida total soma R$ 3,1 milhões. Martinelli cobra na Justiça R$ 815 mil.

Quimera   Se já era difícil de acreditar, a promessa de pagamento a Marcos Martinelli está quase impossível de cumprir. É que as transferências do fundo partidário renderam ao PSDB do Amazonas, entre janeiro e outubro deste ano, R$ 618 mil. A maior parte desse valor, óbvio, já foi utilizada.

Histórico  O problema é que ainda há quem aguarde o pagamento de dívidas da campanha de 2012, quando Artur foi eleito prefeito, e também de 2014, após a campanha milionária de Arthur Bisneto para a Câmara Federal.

Modus operandi  Ontem, o prefeito se reuniu com os poucos aliados que ainda lhe resta a fim de discutir a estratégia para atenuar a crise causada após a revelação do calote no marqueteiro de campanha. Como sempre, a solução encontrada foi disseminar acusações. Neste caso, contra Martinelli.

Desrespeito  Nos dois compromissos que agendou para a tarde de ontem, Artur atrasou pelo menos duas horas. Cansadas de esperar, autoridades foram embora.

Benefício   O deputado Alfredo Nascimento (PR) apresentou Projeto de Lei na Câmara estendendo às pessoas com Síndrome de Down os benefícios da isenção do IPI na aquisição de automóveis. O PL foi elaborado a pedido de um grupo de pais de pessoas com a síndrome. O veículo, com o desconto do IPI, fica 30% mais barato.

Alívio   O governo federal publicou na edição de ontem do Diário Oficial da União a Medida Provisória 810, que trata de mudanças na Lei de Informática, entre elas, o parcelamento em 48 meses dos débitos das empresas com a Suframa, pela não-realização, total ou parcial, dos investimentos em atividades de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D).

Prejuízo   A mudança na lei era uma reivindicação do senador Eduardo Braga (PMDB). A inadimplência das empresas poderia causar a perda dos incentivos e a consequente quebra de muitas delas. A MP 810 garante a permanência de, pelo menos, 40 mil empregos no Polo Industrial de Manaus.

Foge não   Demissionária, a titular da Semed, Kátia Serafina, terá que dar explicações ao MPE/AM antes de abandonar o barco. Investigação aberta pelo órgão apura as dispensas de licitação em série que beneficiaram a empresa Sisttech Tecnologia Educacional desde 2013.

Desconfiança  A revelação sobre os contratos suspeitos foi feita pelo SIM&NÃO no dia 1º de novembro deste ano. O TCE/AM também toca uma apuração sobre o caso, sob o comando do conselheiro Érico Desterro. Inspeção in loco  feita pelo TCE levantou ainda mais suspeitas sobre os contratos milionários , já que os técnicos do tribunal não encontraram o material que deveria ser oferecido pela Sisttech.