Publicidade
Sim & Não

David Almeida sobe o tom e faz desafio

12/07/2017 às 22:43
Show david

O discurso feito pelo governador David Almeida (PSD) em apoio a Rebecca Garcia, durante evento de campanha na última terça, deixou claro o quanto ele ficou engasgado por ter sido tirado da disputa. E mostrou que, agora, vai até as últimas consequências para eleger a ex-deputada federal.  Sem citar nomes, ele criticou Amazonino Mendes (PDT), Eduardo Braga (PMDB) e Omar Aziz (PSD) e bradou: “Vamos enfrentá-los”. A pessoas próximas, David demonstra revolta por acreditar que Omar e Braga tentam denegrir a sua imagem.

Sarcasmo   “Fui tirado da disputa por pessoas que querem administrar o AM da sala de casa”, provocou David Almeida. “O outro estava dentro da rede, descansando, aposentado. Aí eu vou ficar recebendo ordem de quem não conseguiu ser candidato nem à sua própria reeleição?”. 

Infidelidade  Em seu discurso, David foi além: “Quem foi infiel comigo foi o meu partido, o dono do partido, ele foi infiel comigo. Por isso estou aqui e vou permanecer aqui”, afirmou, em relação  à campanha de Rebecca Garcia.

#Partiu   Candidato ao governo na eleição suplementar, o senador Eduardo Braga cumpre uma agenda frenética  no interior. Só hoje estará em Juruá, Envira, Guajará, Ipixuna e Eirunepé. Amanhã passa por Itamarati, Boca do Acre, Tapauá, Canutama e Lábrea. Sábado, Braga vai para Humaitá, depois Manicoré e por último Borba.

Lá e cá  Vice na chapa de Braga, Marcelo Ramos (PR) desgruda estrategicamente do peemedebista  e fica na capital. Fará caminhadas e reuniões em Manaus. Braga e Marcelo tentam demonstrar que os dois têm o mesmo “nível de governança”: enquanto um está  no interior, o outro permanece na capital.

Por aqui  A campanha de Amazonino Mendes, por sua vez, aposta nos programas eleitorais para conquistar votos. Nesta quinta-feira, os únicos compromissos de Amazonino são a gravação de vídeos para a propaganda eleitoral, pela manhã, e uma  reunião à noite.

Estratégia  O vereador Marcelo Serafim (PSB), que disputa o governo do Estado, também decidiu investir nos programas eleitorais para fisgar o eleitor. Diferente das demais campanhas, o tom de humor e as cutucadas em adversários é o que mais chama a atenção nas propagandas do candidato.

Rir pra não chorar  Conforme Marcelo Serafim, por estar frustrado com a política e com os políticos, o eleitor precisa ser  atraído de forma criativa para, então, ser provocado a refletir sobre “coisa séria”, que é o futuro do Estado e o uso dos recursos públicos.

Economia O governo do Estado e a Cigás estão na expectativa de que, além de estabelecimentos comerciais, pelo menos 700 unidades habitacionais, em áreas residenciais, façam a adesão ao consumo do gás natural.

Ampliação  No Vieiralves, 26 pontos comerciais e residenciais já optaram pelo gás natural na região. Hotéis, condomínios, restaurantes, lavanderias terão suporte da Cigás para a adaptação dos equipamentos como fogões, fornos, aquecedores, dentre outros.

Comando   O presidente do TJ/AM, Flávio Pascarelli, exerce hoje a função de governador interino. David Almeida viajou para Brasília.