Publicidade
Sim & Não

Defensoria diz que ato da prefeitura prejudicará centenas de taxistas

27/09/2016 às 19:26 - Atualizado em 27/09/2016 às 19:39
Show defensoria

Em release à imprensa, a Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE) sustenta que ato da Prefeitura de Manaus pode tirar das ruas centenas de taxistas. No texto, o órgão informa que pediu para a SMTU suspender a medida que determina que os taxistas estão obrigados a ter como única atividade econômica o trabalho de permissionário do transporte individual de passageiros. Para a DPE, o ato é ilegal e não encontra amparo nem mesmo na legislação municipal que regulamenta a atividade.
Limpeza   A prefeitura tem defendido que a medida busca afastar do sistema pessoas que recebem o registro para trabalhar como taxista, mas que acabam terceirizando o serviço.


Consulta. A SMTU informou que consultará a Procuradoria Geral do Município (PGM).

Forra.  A assessoria do prefeito Artur Neto (PSDB) apressou-se em encaminhar para a imprensa, ontem à tarde, imagem do tucano aparentemente se divertindo, na frente do computador, assistindo vídeo de direito de resposta dele sendo exibido na página do Facebook de Marcelo Ramos (PR).


 

Ser ou não ser. Artur ganhou o direito de resposta depois de ser acusado por Marcelo de usar caixa 2 para espalhar panfleto em que se diz que o candidato do PR é apoiado pelo governador José Melo (Pros). O tucano usou o tempo para reafirmar o conteúdo do panfleto apócrifo.

 


No “largo”. Segundo colocado nas pesquisas até aqui, Marcelo gravou o último programa eleitoral dele ontem, na zona Leste. O local escolhido foi a praça de alimentação do Jorge Teixeira, espaço que o candidato promete, se eleito, transformar no “Largo de São Sebastião” da zona Leste.

Kids. Artur faz sua última gravação hoje. Segundo a assessoria do candidato, o programa terá a participação de crianças.

Amigo da criança. Falando em criança, Henrique Oliveira (SD) se anunciou essa semana como o único candidato a prefeito de Manaus que assinou o compromisso de “Prefeito Amigo da Criança” proposto pela Fundação Abrinq.

Sem colo. A Abrinq lançou esse ano a hashtag #NãoVaiTerColo. Uma cutucada aos candidatos que adoram carregar crianças no colo durante a campanha e esquecem dos direitos dos pequenos após o pleito.


Empenhado. Na última segunda-feira (26), reportagem de A CRÍTICA tentou por duas vezes buscar informações com o chefe do Manaustrans, Eudes Albiquerque, sobre os estudos a respeito da Faixa Azul. Na primeira, ele alegou estar no trânsito. Na segunda, justificou porquê não poderia falar: “Estou num comício do prefeito”.  

Rápido. Mais que a decisão que liberou a candidatura de Adail Filho (PP) a prefeito de Coari, chamou a atenção a celeridade com que o recurso foi julgado: cinco dias. Geralmente, os recursos têm demorado mais tempo nos escaninhos do TRE. 

Sovina.    O deputado estadual Sabá Reis (PR) realiza hoje seu último comício em Autazes. Confiante de que deixa a ALE-AM ano que vem para ser prefeito do município, o candidato diz que decidiu pela data porque não quer dividir a população com ninguém. Os adversários dele vão fazer comícios amanhã.

Veja bem.  Ao contrário do que informou a coluna, Sabá informou que ele não levará o deputado federal  Tiririca (PR) para o encerramento da campanha em Autazes. "No entanto várias personalidades da política amazonense irão prestigiá-lo".