Publicidade
Sim & Não

Defesa de mandato foi ‘provação’

01/02/2017 às 20:50 - Atualizado em 01/02/2017 às 21:33
Show melo

Na abertura dos trabalhos legislativos, ontem (1°), o governador José Melo (Pros) tratou de assunto indigesto: as ações contra ele na Justiça Eleitoral. “As provações foram muitas”, falou Melo sobre 2016, para quem o ano “trouxe consigo o que tem de pior para um governante eleito”, que é ter o mandato colocado em xeque pela Justiça. O texto está na mensagem oficial, em que o Melo promete defender o mandato com todas as forças e com fé. Derrotado em 2014, Eduardo Braga (PMDB) é autor de 16 ações no TRE-AM.

Sem urgência José Melo afirmou em seu discurso que, em todo o mandato, apenas uma vez enviou à ALE-AM projeto com pedido de urgência. Josué Neto (PSD), David Almeida (PSD) e Sabá Reis (PR) parecerem desconcertados.

Com urgência Ex-líder do Governo, Almeida vivia pedindo urgência em projetos do Executivo. Se realmente não havia necessidade, como disse Melo, a pressa foi determinada pela própria base de situação.

Ato falho No discurso de posse como presidente da ALE-AM, David Almeida disse que contará com as experiências de outros ex-presidentes da Casa, mas esqueceu de citar Ricardo Nicolau (PSD), que administrou o parlamento em 2011 e 2012.

Invejinha O governador sentiu falta do deputado Abdala Fraxe (PTN), ontem. Ao ser informado que o parlamentar curte férias nos Estados Unidos, Melo brincou: “Quem pode vai para os EUA. Quem não pode, como eu, vai pra Iranduba”.

Campanha Ao avistar o colega Serafim Corrêa (PSB) distribuindo mimos de boas vindas no plenário, Francisco Souza (PTN) disparou: “Gostei dessa campanha para governador. Tá super discreta!”.

Cumpriu? O promotor de Justiça de Itacoatiara, Ítalo Nascimento, instaurou inquérito para investigar o não cumprimento do contrato firmado entre o Governo do Estado e a Umanizzare, responsável pela  unidade prisional do município.

Costuras Chamado a opinar sobre o nome do futuro superintendente da Suframa, o senador Omar Aziz (PSD) adotou postura de extrema cautela. A interlocutores mais próximos, Omar explica que não pode “errar a mão” na possível indicação e que o nome chancelado deve ter perfil muito mais técnico que político.

No game O deputado federal Silas Câmara (PRB) é categórico ao negar interesse na Suframa, uma vez que teria de renunciar ao mandato para assumir a autarquia. Na terça-feira (31), porém, reuniu-se com o ministro da Indústria, Marcos Pereira, presidente do PRB.

Pescaria O polêmico decreto presidencial do Seguro Defeso será questionado na Justiça pelo deputado estadual Dermilson Chagas (PEN). Ele anunciou que entrará com representação no Ministério Público Federal (MPF) para que o órgão promova uma ação civil que suspenda a medida.

Made in AM O mais recente balanço da Secretaria de Saúde de São Paulo sobre casos de febre amarela mostra que dos 17 pacientes “em investigação” no Estado, ao menos um se infectou no Amazonas.

Vacinados O Amazonas é classificado como área de risco para a doença pelo Ministério da Saúde. A cobertura vacinal para febre amarela, porém, chega a 85% da população, afastando perigos de surtos.