Publicidade
Sim & Não

Delações na operação 'Elemento 79' no radar do MPF/AM

28/02/2018 às 22:15 - Atualizado em 28/02/2018 às 22:19
Show whatsapp image 2018 02 27 at 09.04.42

Deflagrada na última terça, a Operação Elemento 79 deve tomar proporções maiores do que os próprios investigadores previam. O Ministério Público Federal no Amazonas já está sendo procurado por alvos da operação interessados em fechar acordos de colaboração premiada. O peso da pena a que estarão sujeitos, superior a dez anos de detenção, é o que mais influencia os delatores em potencial. Até agora, apenas pessoas da iniciativa privada foram alcançadas pela ação da PF, Receita Federal e MPF. Mas isso pode mudar.   

Rede   Se for confirmada, as delações para a Operação Elemento 79 poderão revelar quantos se beneficiavam com o comércio de ouro extraído ilegalmente de garimpos na Amazônia e como essa estrutura era mantida e protegida. 

Átomo 47   Além de fantasiar prata como sendo ouro, para esconder a extração e a venda ilegal do metal, o bando que atuava no esquema fraudava PPBs que, aprovados pela Suframa, eram a garantia de benefícios fiscais. Eles devem responder por organização criminosa, lavagem de dinheiro e usurpação de bens da união. 

Bravateiro  A 72ª paralisação do transporte coletivo de Manaus em um ano comprovou de uma vez por todas que o prefeito de Manaus Arthur Neto (PSDB), além de não ter qualquer controle sobre o sistema, trata a questão com sucessivas bravatas. 

Fanfarrice 1 Há um mês, Arthur foi às redes sociais dizer que tinha “armas” para responder à altura a outra greve no transporte coletivo. “Tenho bala na agulha”, disse. “Não sou medroso, eu enfrento”, afirmou. Não é de hoje que o prefeito usa de bazófia para, em seguida, ser absolutamente ignorado.  

Fanfarrice 2 Em abril de 2014, por exemplo, o tucano disse que iria “para o corpo a corpo” a fim de pôr fim a uma greve dos Rodoviários. “O sindicato está falido”, vociferou à época. De lá para cá, frases do tipo se multiplicaram tanto quanto as paralisações. Nesta quarta, porém, Arthur evitou usar suas redes sociais para repelir a greve de ontem. Talvez saiba que a população cansou das lorotas. 

Em análise Dez nomes das polícias Civil e Militar são estudados pela gestão Amazonino Mendes como potenciais substitutos do secretário de Segurança Bosco Saraiva. A ideia do governo é manter a equipe que deu sustentação ao trabalho desempenhado por Bosco.  

Transparência   O senador Eduardo Braga conseguiu aprovar, na CCJ do Senado, projeto que obriga órgãos e entidades do Sistema Nacional de Trânsito a divulgar na internet a receita da aplicação total do dinheiro arrecadado com as multas de trânsito. 

Às claras  Conforme a proposta, a publicidade deve alcançar o valor bruto obtido com as multas, bem como a despesa executada com os recursos recolhidos e até os valores contingenciados. O projeto, de autoria da senadora suplente Sandra Braga, foi aprovado em caráter terminativo e agora vai direto para a Câmara dos Deputados.

Gesto   Pela primeira vez, o interior será prestigiado com o evento de posse de um chefe da Defensoria Pública do Estado. A recondução de Rafael Barbosa para o comando do órgão, por mais dois anos,  será realizada na Câmara Municipal de Itacoatiara, no dia 19 de março.