Publicidade
Pinga Fogo

Domingo (01/05/2016)

30/04/2016 às 21:49
Show ae92e87f 36c1 415b a5df 1c6a492cd1aa

O deputado estadual Luiz Castro (Rede) diz esperar que a redução do horário de trabalho no Estado ocorra nas atividades meio de forma seletiva, para que não prejudique o suporte para as atividades fins.

O problema é que o decreto baixado pelo Governo do Estado, na sexta-feira, 29, não define essa seletividade de modo claro.

Nas redes sociais, o deputado Alfredo Nascimento (PR) comentou que o decreto de Melo tornará a vida dos amazonense ainda mais difícil.

O presidente da Arsam, o amazonense Fábio Augusto Alho, foi reeleito presidente da Associação Brasileira de Agências de Regulação (Abar).