Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
Sim & Não

Efeito Paulo Guedes no Codam


paulo_guedes_B25832D2-EFBD-4C76-BE0E-111F61113EEE.JPG
24/04/2019 às 07:06

O Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam) realiza, nesta quinta-feira (25), a mais muxoxa reunião dos últimos tempos para avaliar projetos voltados ao Polo Industrial de Manaus. Desta vez, serão analisados só 20 projetos, com investimentos da ordem de R$ 252,2 milhões. A média de investimentos sob análise dos conselheiros, nas últimas reuniões do Codam, ficou na casa do bilhão. O desinteresse das indústrias pode ser reflexo das declarações desastrosas  contra o modelo, feitas pelo ministro da Economia.

Histórico O encontro de amanhã será o de número 279 do Codam. No ano passado, a pauta mais fraca analisada – na reunião 273 – avaliou 32 projetos com investimentos da ordem de R$ 345 milhões.

Motim A Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovou ontem uma moção de repúdio à postura do ministro da Economia em relação à Zona Franca de Manaus. Paulo Guedes disse, em entrevista à Globo News, que não iria deixar o Brasil se “ferrar” para dar benefícios ao Amazonas.

‘Unidos’  A moção foi, de início, idealizada  pelo vereador Elias Emanuel (PSDB), mas os vereadores decidiram durante deliberação plenária apresentá-la em conjunto.

Isentões De acordo com o  vereador Hiram Nicolau (PSD),  “teve deputado da bancada (federal) que comeu abiu e nada falou (contra Paulo Guedes)”. “Não dá pra ficar neutro nesse momento”, cutucou.

Vai que... Hoje a bancada do Amazonas em Brasília vai lá no gabinete do ministro da Economia ouvir o que ele tem a dizer. O encontro está marcado para às 17h30.

Ingratidão Ainda sobre essa questão, disse o presidente do PCdoB, ex-deputado estadual Eron Bezerra: “Lula e Dilma tiveram 70% dos votos de Manaus. Retribuíram com a prorrogação da ZFM por 60 anos. Bolsonaro também teve 70% dos votos de Manaus. Retribuiu ameaçando simplesmente acabar com a ZFM. Essa é a diferença entre gratidão e ingratidão”.

Demarcação Virou motivo de bochicho entre servidores do Fórum Ministro Henoch Reis o fato de 37 vagas para veículos, no térreo do edifício-garagem do setor judicial, terem sido personalizadas com a palavra “juiz”, incluindo três reservadas para idosos, duas para pessoas com deficiência e duas para gestantes. 

Reservado O “garajão” está localizado entre o Fórum Cível Euza Vasconcellos e a Sefaz. Possui  270 vagas, distribuídas em seis pavimentos. Custou R$ 5,9 milhões aos cofres públicos e é de uso exclusivo dos servidores do TJ-AM. Além dessas vagas para veículos, outras 250 foram criadas quando o novo fórum cível foi inaugurado, em 2018. 

Organizadinhos O site institucional da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM) alterou a forma como as fotos dos 24 deputados aparecem, na parte superior do portal.

A,B,C Anteriormente, a ordem dos deputados respeitava a hierarquia de presidente, vice-presidente e secretários. Agora, todos estão organizados por ordem alfabética.

Limpeza A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) renovou por mais 12 meses um contrato de R$ 2,7 milhões com a empresa Limpamais Serviços, para limpeza, com mão de obra, na Maternidade Moura Tapajós.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.