Publicidade
Sim & Não

Eleição deixa partidos em clima bélico

09/08/2017 às 23:11
Show partidos

A disputa pela cadeira de governador do AM provocou um embate não apenas entre os candidatos que agora disputam o 2º turno. O frisson do pleito e os interesses divergentes debelaram uma crise dentro das próprias siglas envolvidas na eleição. No PMDB e no PT, a troca de acusações entre filiados aumenta a temperatura interna nas legendas a cada dia. Nas duas siglas, expulsões são dadas como certas assim que terminar o pleito. No caso do PSD, os incomodados já estão de saída.

Tensão Os deputados estaduais Vicente Lopes e Wanderley Dallas, por exemplo, já receberam ontem um recado de pessoas ligadas ao PMDB que confirma: a situação de ambos, no partido, se tornou insustentável.

Revolta  Na última terça (8), Dallas e Vicente deixaram exposta a revolta por terem sido arrancados da liderança e vice-liderança do PMDB, na ALE/AM. O caso gerou um bate-boca entre os deputados e a colega de partido, Alessandra Campelo, no plenário da Casa.

Lenha  Ainda sobre a desavença entre os peemedebistas, chamou a atenção a “abnegação” de vários  deputados na Assembleia, que fizeram questão de ceder o tempo a que tinham direito, para discurso em plenário, a fim de que Vicente, Dallas e Alessandra prosseguissem com a discussão, anteontem. 

Confusão pra lá  Bem nas pesquisas e fugindo de polêmica, Amazonino Mendes (PDT) fez chegar a Vicente Lopes um pedido: não quer confusão que envolva o seu nome. Até a votação do segundo turno, o pedetista procura sofrer o mínimo de desgaste.

Fogos  A campanha de Amazonino Mendes teve acesso, ontem, aos números da primeira pesquisa encomendada pela coligação após o primeiro turno. A comemoração foi grande já que, conforme os dados, a candidatura estaria conquistando eleitores de Rebecca Garcia (PP) e José Ricardo (PT).

Terras  O ex-titular da Suhab, Sidney Robertson de Paula, e o ex-Chefe do Departamento Fundiário da pasta, serão alvo de investigação do MPE por terem atuado na venda, “por valor insignificante”, de lotes de terra no bairro Compensa. Em um dos casos, uma área avaliada em R$ 500 mil foi vendida por 10% desse valor.

Alvos  O inquérito aberto pela  13ª Promotoria de Justiça Especializada na Proteção ao Patrimônio Público, publicado ontem no  Diário Oficial do MP, também vai investigar os supostos beneficiários da ação na Suhab: Marlen Cristinny Prado Portilho e Rodrigo Prado Portilho. 

Fraude  “A Trip e a Azul mentiram para o Estado do Amazonas. Por isso que eu não quero abrir mão do ICMS”. Do senador Omar Aziz (PSD), condicionando voto favorável à  unificação do ICMS do querosene da aviação ao aumento da oferta de voos no Norte e Nordeste. “Eles tinham compromisso no meu Estado, e foi dada redução de ICMS para fazerem dez cidades. Não fizeram”, lembrou ele.  

E daí?  Se passar pelo Senado, a redução da cobrança de ICMS que incide sobre o querosene da aviação cairá de 25% para 12% em todos os estados. “Quero saber qual é a contrapartida”, questionou  o senador Omar Aziz.