Publicidade
Sim & Não

Eleição vai consumir R$ 30 milhões se houver segundo turno

02/08/2017 às 23:25
Show urna

Quando chegar ao final do segundo turno, como é o previsto, a eleição suplementar para o governo do Amazonas terá abocanhado R$ 30 milhões do bolso do contribuinte. O valor do gasto foi informado pelo TRE/AM. Até aqui, os custos do pleito somam R$ 22 milhões. Só o Tribunal Regional Eleitoral já gastou, neste 1º turno, R$ 13 milhões. O TSE desembolsou R$ 9 milhões - destes, R$ 3 milhões foram para o pagamento do sistema “Began”, dispositivo para transmissão de dados. 

Somatória   Segundo o diretor-geral do TRE-AM, Messias Andrade, para a realização do 2º turno serão gastos mais R$ 8 milhões. Só o envio de tropas federais para o Amazonas custará, ao todo, R$ 6 milhões.

Agenda   Em ritmo de campanha, o prefeito Artur Neto (PSDB), que apoia Amazonino Mendes (PDT), anunciou, com três meses de antecedência, a reinauguração da Praça da Matriz. Segundo ele, o espaço, em obras há dois anos, será reaberto no dia 15 de novembro. Artur usou um encontro com o arcebispo dom Sérgio Castriani para fazer o anúncio.  

Pantomima   Denunciado ao MPF por crime eleitoral,  Artur decidiu cancelar o “comício” armado na Zona Norte de Manaus, ontem, quando ele se gabaria da isenção de IPTU a moradores dos conjuntos Manauara e Viver Melhor. A concessão do benefício para residentes em áreas de interesse social está prevista em lei desde 2010. Só agora o tucano lembrou de usá-la para moradores daquela região. 

Denúncia   O recuo de Artur em relação ao evento marcado pela Prefeitura se deu horas depois do Comitê de Combate à Corrupção e Caixa Dois levar ao conhecimento do MP o uso eleitoreiro da isenção de IPTU, renúncia que soma R$ 32 milhões. Conforme o comitê, o benefício alcança cerca de 50 mil mutuários, “número significativo de eleitores que podem influenciar no resultado final da eleição”.

Corajosa   A deputada federal Conceição Sampaio, do PP, surpreendeu, ontem, ao votar em favor do prosseguimento da denúncia contra o presidente Michel Temer. Dos membros da bancada federal do AM que integram a base do governo, ela foi a única a votar contra Temer. Hissa Abrahão, do PDT, já havia anunciado que votaria contra o arquivamento da denúncia.

Aprimoramento  Engajado no  Comitê  Institucional  de Recuperação  de  Ativos  (Cira), que tem como principal missão combater a sonegação fiscal, o Ministério Público Estadual (MPE/AM) envia a Salvador, nos próximos dias 8 e 9, o promotor Daniel Brito,  para participar do “Seminário CIRA – Aspectos Práticos de Atuação e Definição de Modelo Nacional”.

Modelos O Cira Amazonas, criado recentemente por iniciativa do governo, toma como exemplo sucesso da ação em outros estados. Na Bahia, uma única operação recuperou R$ 800 milhões. Em Mato Grosso foram R$ 450 milhões. No AM, a primeira investigação pode recuperar R$ 300 milhões.

Elogio  O governador David Almeida observou, ontem, que as 60 obras entregues em Coari por ele e o prefeito Adail Filho foram executadas com recursos do próprio município. David elogiou o trabalho de Adail Filho. “Vim prestigiá-lo em função da boa administração do prefeito, que, em sete meses, já deixa a sua marca e está mostrando para o que veio”, declarou  o governador.