Sexta-feira, 27 de Novembro de 2020
Editorial

Eleições e proteção dos animais


1219108_4FD73306-BF61-4CDF-A616-7FEAC03AFCF5.jpg
19/10/2020 às 01:22

Causa animal é coisa séria, ganha votos e contribui com o amadurecimento da democracia na medida em que representa uma das diversas bandeiras levantadas no seio da própria sociedade. Que o diga a deputada Joana Darc, que surfa nessa onda desde seus primeiros passos na política. Há algumas eleições a proteção animal está na pauta dos debates em face da força e apelo popular do tema. A causa é dividida em diversas frentes e já é comum nas casas legislativas do Amazonas e Brasil afora pelo menos um representante eleito com essa bandeira. Tanto é que nesta eleição diversos candidatos se digladiam em busca da simpatia dos eleitores. A causa animal não se restringe aos protetores de cães e gatos. Está intimamente ligada à questão ambiental, que é central no debate político mais do que nunca.

O eleitor precisa ficar atento para perceber qual é a proposta macro que cada candidato apresenta em sua respectiva plataforma. Que propostas concretas são apresentadas? E qual o grau de envolvimento do candidato com a causa? O movimento de defesa dos animais contribui com a democracia uma vez que materializa uma demanda social, favorecendo a construção de parlamentos plurais, que refletem diferentes anseios da sociedade, como as bancadas do agronegócio, evangélicas, armamentistas etc. O movimento em defesa dos animais ainda não alcançou a proporção dessas, mas sua relevância no panorama político atual é indiscutível.

Resta avaliar até que ponto isso tem se refletido em políticas públicas. Em Manaus, o Centro de Controle de Zoonoses de Manaus (CCZ), mantido pela Prefeitura, esteve fechado por um longo período para obras e foi reaberto apenas recentemente, com capacidade para realizar 16 castrações por dia, muito aquém da demanda. Ainda assim, o CCZ é um avanço, mas a continuidade e aprofundamento de iniciativas nessa área dependem do peso político que for dado à questão. Manaus precisa de mais centros como esse, pelo menos um em cada zona da cidade, além de políticas concretas a respeito dos animais de rua, rigidez contra maus-tratos entre outras ações. O quanto vamos avançar nessa área depende dos representantes da causa animal que forem eleitos nas próximas eleições e da cobrança da sociedade sobre eles.

 

Foto: Aguilar Abecassis


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.