Publicidade
Sim & Não

Empresários em alerta e de olho na PF

26/10/2016 às 21:08
Show artur033

A denúncia de Caixa 2 contra a campanha de Artur Neto (PSDB) feita por Marcelo Ramos (PR), e que já chegou à Polícia Federal, apavorou empresários. O temor de prisões às vésperas da eleição, no domingo, 30, tomou conta de muitos prestadores de serviço da Prefeitura de Manaus. O candidato do PR apresentou à polícia uma série de documentos que mostram a prefeitura liberando pagamentos em série a fornecedores, da ordem de R$ 60 milhões, a poucos dias do 2º turno.

Questão de tempo O vereador Professor Bibiano (PT) diz ter a palavra de 12 vereadores que, após a votação de domingo, vão assinar o pedido de abertura de CPI na CMM para investigar contratos da prefeitura. O parlamentar diz que não pode falar os nomes porque quer evitar que os colegas sofram pressões.

Ao gritos   Parte do público presente na 3ª edição do “Passo a Paço”, evento realizado no Centro de Manaus pela prefeitura, no domingo, “brindou” o prefeito com um sonoro “Fora, Artur!”.

Atrás de voto  Em campanha, Artur Neto foi ao evento testar sua popularidade em meio à multidão formada, principalmente, por fãs da atriz Fernanda Montenegro, contratada pela prefeitura.

Convocação  O PSDB convocou candidatos e coordenadores de campanhas de vereadores que tiveram boa votação neste pleito, mesmo sem conseguir vencer a eleição. A ideia é reforçar o time na reta final da campanha.

Juventude  Entre os reforços na campanha do prefeito está o grupo da Juventude tucana que teve o candidato Rodrigo Guedes (que  recebeu 4,3 mil votos para vereador em seu primeiro teste nas urnas).  

Cofre lacrado  A Justiça bloqueou todas as contas da Prefeitura de Fonte Boa, até que o município regularize o pagamento do funcionalismo público. A decisão foi motivada por uma ação do promotor da cidade, Leonardo Tupinambá. O prefeito José Suediney (PSD) não conseguiu se reeleger.

Em números Além do bloqueio, o promotor pediu e a Justiça decidiu, também, proibir a prefeitura de realizar saques e transferências superiores a R$ 1 mil. Segundo o MPE-AM, o município deve R$ 12,9 milhões ao funcionalismo. Os salários estão atrasados desde maio.

Pino  Derrotada na tentativa de reeleição, a prefeita de Iranduba, Madalena de Jesus Souza (PTB), a Madá (PSD), suspendeu o pagamento das empresas que alugavam máquinas para a manutenção da infraestrutura e coleta de lixo nos ramais do município.

Vingança  Os moradores das comunidades afetadas com a suspensão dos serviços, entre elas as Comunidade do Baixo Jandira e o Cacau Pirera,  acreditam que ‘Madá’ esteja se vingando da população por conta do resultado obtido na última eleição, 

Veja bem 1  O deputado federal Átila Lins (PSD) faltou à votação em segundo turno da PEC 241/16, que impõe limites aos gastos da União, na terça, 25, porque estava em missão oficial na Suíça, representando a Câmara dos Deputados.

Veja bem 2  Ao contrário do que informou matéria da página A8 da edição de ontem, a PEC 241/16 impõe limites aos gastos da União nos próximos 20 anos, e não 209.