Terça-feira, 19 de Janeiro de 2021
Pinga Fogo

Entidade aponta que FFM e Sudene têm ‘privilégios fiscais’ sem dar retorno econômico ao Brasil


show_POLOIND_18302552-53E2-4D03-8B07-73D2828E22EC.jpg
08/01/2021 às 07:14

# Sem contrapartida - Levantamento da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Unafisco) apontou a Zona Franca de Manaus e Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) como “privilégios fiscais” que não trazem contrapartida para a economia do Brasil. 

# Privilégios - O documento foi encaminhado à Folha de S. Paulo e aponta  que “os privilégios tributários”, segundo a publicação, serão de R$ 305 bilhões neste ano.

# Grupo de contribuintes - A entidade considera como privilégios os gastos tributários concedidos a um grupo de contribuintes, “sem que haja uma contrapartida clara para estimular o desenvolvimento econômico sustentável sem elevar a concentração de renda ou diminuir as desigualdades”.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.