Segunda-feira, 27 de Janeiro de 2020
Sim & Não

Fatura mais com menos empregos


moto_C3A715C9-3E45-439B-A5FE-E16DECEA0101.jpg
13/01/2020 às 08:24

Mesmo com uma queda de 9,89% nos postos de trabalhos, de janeiro a setembro de 2019, o Polo Industrial de Manaus (PIM) registrou, no mesmo período, faturamento 8,10 % maior, totalizando R$ 73,92 bilhões. Para o presidente em exercício da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Nelson Azevedo, a explicação é simples: diante da crise, as empresas passaram a focar em mão de obra preparada e treinada, tentando fazer mais com menos. E isso nas novas contratações.

Setores Segundo a Suframa, os subsetores mais afetados com a redução da mão de obra em 2019, foram o Naval, com menos 19,10% postos de trabalhos, o de isqueiros, canetas e barbeadores, descartáveis, com baixa de 9,02%, de Brinquedos, com menos 8,42% e o Químico, com queda de 7,12%.

Tecnologia O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal-AM), Valdemir Santana, atribui parte da queda nos empregos ao avanço da automação. “Isso fez com que a mão de obra empregada antes para fazer um celular, por exemplo, agora é feita de forma mais automatizada, e muitos trabalhadores foram dispensados no ano passado”, disse.

Alternativa Santana informa que solicitou encontro com representantes do governo do Estado para propor medidas de estímulo ao emprego na indústria: redução da carga horária, de 8 horas para 6 horas, criação do quarto turno de trabalho, entre outras propostas.

Encolhimento Outro dado preocupante é quanto à saída de empresas do PIM. No final de 2014, havia 492 indústrias instaladas na Zona Franca de Manaus; em setembro de 2019 o número havia caído para 436. Muitas dessas indústrias deixaram a ZFM pela redução dos incentivos fiscais. Entre as grandes empresas que saíram do PIM nos últimos dois anos estão PepsCo, Siemens e Sanyo da Amazônia.

Recadastramento Começa hoje o recadastramento obrigatório dos servidores da ativa, aposentados e pensionistas do governo do Amazonas. A secretária de Estado de Administração e Gestão (Sead), Inês Carolina Simonetti, e o presidente da Fundação Amazonprev, André Luiz Zogahib, falarão com a imprensa sobre o processo.

Recadastramento 2 Mais de 100 mil servidores devem passar pelo procedimento ao longo do ano. Nascidos em janeiro devem realizar o procedimento até 25 de janeiro indo a uma agência ou posto de atendimento do Bradesco e apresentar uma série de documentos seus e dos dependentes. Quem não cumprir o prazo terá o salário suspenso.

Técnicos Continua até a próxima sexta-feira (17) o atendimento a técnicos de enfermagem no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, visando a contratação direta de três mil profissionais. Nos primeiros quatro dias de mobilização, foram atendidas 3.645 pessoas, sendo efetuadas mais de 2 mil contratações diretas.

Migração A contratação direta dá início ao processo de redução gradativa de serviços de mão de obra terceirizada na saúde e também segue a lógica de reordenamento do quadro de Recursos Humanos do órgão. O plantão hoje pago pelas empresas é, em média, de R$ 107. O plantão que será pago pelo governo do Estado será de R$ 132,40.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.