Publicidade
Pinga Fogo

Fechamento do regime semiaberto pode ter reviravolta

15/02/2018 às 21:55 - Atualizado em 16/02/2018 às 00:50
Show compaj 123

#O Ministério Público Estadual (MPE/AM) está decidido a recorrer da decisão que determinou o fechamento do regime semiaberto do Compaj. O órgão é contra a substituição do atual sistema pelo “regime de monitoramento eletrônico por meio de tornozeleira”.

#Para membros do MP, está havendo uma “inversão das providências”. A instituição entende que  o primeiro passo a ser tomado seria uma “triagem” dos presos que estão no regime semiaberto, com uma análise caso a caso, e não generalizada. 

#Ao defender a decisão, ontem, em entrevista ao Cidade Alerta Manaus, o juiz Ronnie Frank Torres Stone afirmou que os presos do semiaberto não podem continuar sendo arregimentados por facções. “Não posso aceitar que o Estado não consiga impor as suas estratégias”, disse.