Publicidade
Sim & Não

Felipe Souza é o atual prefeito de Manaus

03/03/2017 às 00:08 - Atualizado em 03/03/2017 às 00:08
Show felipe

O vereador Felipe Souza, do PTN, recebeu ontem a missão de cuidar da capital do Amazonas. Isso porque nem o prefeito Artur Neto (PSDB), o vice, Marcos Rotta (PMDB), e nem o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), Wilker Barreto (PHS), estão na cidade. Coube ao primeiro  vice-presidente da CMM, que está em seu segundo mandato como parlamentar, a incumbência de chefiar o executivo municipal, pelo menos até amanhã, quando Wilker retorna à cidade. 

Compromissos   Marcos Rotta embarcou ontem para o Rio Grande do Sul, onde deverá conhecer o sistema de transporte coletivo. Wilker Barreto volta a Manaus depois de acompanhar a mãe em tratamento de saúde. 

Folia   Já o prefeito Artur Neto, que viajou antes mesmo do Carnaval, aproveitou parte da festa de Momo no Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro. 

Sem pressa  No dia 16 de fevereiro deste ano, Artur divulgou que está com câncer de próstata, o qual se referiu como um “nozinho”. O anúncio da doença intriga o meio político. O tucano decidiu fazer cirurgia apenas no mês de abril. Não se sabe onde ele está se tratando. 

Transparência   Há um ano, quando foi anunciar um câncer no sistema linfático (linfoma não-Hodgkin), o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, concedeu coletiva à imprensa ao lado dos médicos Cláudio Domenico e do oncologista Daniel Tabak, que, aliás, conduziram a entrevista. 

 Providências   A Prefeitura de Itacoatiara informou, ontem, que  está atuando “de forma intensa” desde 1º de janeiro deste ano para resolver os problemas estruturais do município, que recebeu “com paralisação da coleta de lixo e limpeza, atraso nos salários de professores do mês de dezembro e décimo terceiro, estoque reduzido de medicamentos em unidades básicas e no hospital José Mendes, e demissão em massa de funcionários”. 

 Faroste   As explicações enviadas pela assessoria de imprensa da Prefeitura de Itacoatiara vem em resposta à nota publicada na edição de ontem, que registrava o clima de “faroeste” na cidade, além dos buracos enfrentados por quem tenta chegar ao município. O governo do Estado promete resolver a buraqueira.   

Abuso Durante 11 dias seguidos o futebol amazonense ficará em segundo plano na Arena da Amazônia. Entre os dias 10 e 21 de março o gramado do estádio será ocupado por uma empresa de eventos para a montagem e, após um show sertanejo, desmontagem de equipamentos. Durante todo o período, a bola no gramado está proibida. Com a palavra o Ministério Público Estadual.  

Arrecadação  Consultada, a Secretaria de Esporte do Estado diz que a atual gestão se esforça para movimentar a Arena como espaço multiuso, “independente se for evento esportivo ou não, nunca excluindo os jogos”.  No caso do show em questão, 10% da arrecadação da bilheteria vai para o Fundo Estadual de Esporte, informa a assessoria. 

De Volta   Ex-titular da Secretaria de Estado da Saúde (Susam), o médico Pedro Elias reassumiu a direção-geral do Hospital Universitário Francisca Mendes. A portaria de nomeação foi assinada pela reitora da Ufam, Márcia Perales, a contar de 1º de março.