Quarta-feira, 19 de Junho de 2019
Sim & Não

Formados em universidades públicas


ufam_B03EFE13-C48E-4E6B-BC29-A9A8E017F262.JPG
17/05/2019 às 07:23

Diante dos atuais ataques ao ensino superior público, um apoio maciço dos parlamentares da bancada federal do Amazonas às universidades públicas seria mais do que natural. Afinal, dentre os oito deputados federais e três senadores pelo Amazonas, apenas Silas Câmara e Bosco Saraiva obtiveram seus diplomas de ensino superior em instituições privadas. Todos os demais são egressos de universidades públicas, a maioria, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

UEA O deputado federal Silas Câmara tem bacharelado em Ciências Tecnológicas pela Faculdade Boas Novas e Bosco Saraiva é formado em Marketing pela Unip. A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) é representada pelo deputado federal Capitão Alberto Neto, graduado em Segurança Pública. Todos os demais são formados pela Ufam.

Amazonense O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowiski vai ser homenageado hoje, na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), com o Título de Cidadão do Amazonas. A propositura é de autoria do presidente da Casa, deputado Josué Neto (PSD). A Sessão Especial será realizada às 10h no plenário Ruy Araújo.

Na Bíblia Em reunião na Câmara Municipal de Itacoatiara para tratar da implantação de mecanismos de enfrentamento à violência contra a mulher, o prefeito do município, Antônio Peixoto (PT), atribuiu uma das origens da cultura do machismo à Bíblia Sagrada.

Exemplo Segundo o prefeito, a passagem em que Jesus alimentou “cinco mil homens, sem contar mulheres e crianças” (Mateus 14:21) é uma prova do machismo bíblico. “Se vocês querem uma orientação bem machista, eu vou dizer aqui pra vocês, disse Peixoto ao citar a passagem bíblica. “Veja de onde vem essa cultura machista. É por isso que nós temos um trabalho muito forte a fazer” afirmou o prefeito.

Para o mundo ver Um projeto arquitetônico de escola rural desenvolvido no Município de Tapauá será apresentado na ONU pelo Ministério da Educação. Nesta semana, o prefeito José Guedes, o Zezito (MDB), esteve em Brasília para entregar o projeto em mãos ao presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Carlos Alberto Decotelli, que está financiando a ideia.

Sustentabilidade Chama atenção o caráter sustentável da obra. É que a escola rural de Tapauá é projetada para usar materiais ecologicamente corretos, como a madeira de manejo, por exemplo. O Ministério da Educação já sinalizou para a construção de 36 escolas indígenas e mais 42 escolas rurais desse tipo no município. “O projeto já está aprovado no Ministério, inclusive, a primeira escola já está licitada”, informa o prefeito Zezito.

Antecedentes Os membros da Comissão Organizadora do Concurso das Serventias Extrajudiciais do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) reúnem-se hoje, às 9h30, para análise das defesas apresentadas pelos candidatos à outorga de delegação de serviços notariais e registrais em 51 cartórios extrajudiciais do Amazonas. O concurso encontra-se na fase de análise de documentação e da vida pregressa dos candidatos.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.