Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
Sim & Não

FTI preocupa prefeitos do interior


fti_24D53BC1-18CF-45A5-92A9-5FF822886F38.JPG
21/10/2019 às 07:40

Um dos temas em pauta no I Encontro de Prefeitos do Amazonas de 2019, que ocorre amanhã (22) é o repasse do Fundo de Fomento, Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI) às administrações municipais. Os prefeitos estão preocupados  com o uso do FTI, já que, por duas vezes, a Assembleia Legislativa autorizou o governo do Estado a usar recursos do fundo para despesas da administração estadual.

Autorizações Em fevereiro, a Assembleia Legislativa autorizou o uso do FTI para pagar dívidas com cooperativas médicas. Mais recentemente, o Parlamento autorizou a utilização dos recursos para quitar a primeira parcela do 13º salário do funcionalismo.

Corte de verbas Em discurso na 5ª Conferência da Frente Parlamentar Evangélica do Congresso Nacional, realizada este sábado em Manaus, o ministro da Educação enalteceu o fato de o governo ter cortado verbas para transportes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), pois isto teria dado um "freio" nas manifestações nacionais.

PSL de fora Durante o evento, que foi realizado em meio ao racha no PSL, mesma legenda do presidente Jair Bolsonaro, nenhum representante do partido no Amazonas prestigiou os ministros Abraham Weintraub e Damares Alves, em suas respectivas palestras.

Traição O deputado federal Silas Câmara (PRB) resumiu a desavença partidária no PSL como “traição”, pois, segundo ele, não há um político sequer da legenda que possa afirmar ter ganho as últimas eleições sem o apoio do presidente Jair Bolsonaro.

'Dízimo' de 40% Durante o evento, o deputado Silas Câmara, que também é líder da Frente Parlamentar Evangélica no Congresso Nacional, disse que os adeptos da Assembleia de Deus pagam dízimo de até 40% dos seus salários. O texto bíblico menciona apenas 10%.

Empregos Apesar do saldo positivo de 803 novos empregos na indústria amazonense em setembro, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, as lideranças do setor local não estão muito animadas. Isso porque um dos setores mais importantes da Zona Franca, o metalúrgico, teve resultado negativo.

Zona Franca A indústria metalúrgica da Zona Franca de Manaus perdeu 190 postos de trabalho em setembro, o pior resultado entre todos os segmentos da indústria local. No cômputo geral, a perda foi compensada pelo desempenho dos setores mecânico, de material elétrico e de material de transporte. 

Saneamento O Programa de Saneamento Integrado de Maués (ProsaiMaués), inaugurado neste final de semana, coloca o município na liderança em termos de coleta e tratamento de esgoto no Amazonas, com cobertura de 50%. Em todo o Estado, pouco mais de 7% dos dejetos são coletados e tratados.

Exemplo Iniciativas como o Prosai mostram como o Estado pode melhorar essa estatística. Atualmente, o Amazonas tem o 3º pior  déficit de coleta de esgoto do Brasil, segundo levantamento da Confederação Nacional da Indústria (CNI), sendo melhor apenas que  Rondônia e Amapá.


Mais de Acritica.com

18 Nov
bradesco_C22DD61C-FE71-4FDD-BB1B-A5B7C048EF01.JPG

TRT11 celebra acordo de R$ 1,1 milhão entre Bradesco e ex-funcionária

18/11/2019 às 11:20

A bancária ingressou com reclamação trabalhista contra o HSBC e o Bradesco em novembro de 2016, pretendendo receber o pagamento de diferenças salariais, horas extras, tempo a disposição da instituição financeira durante as viagens, além indenização pelos danos morais sofridos no ambiente de trabalho


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.