Publicidade
Sim & Não

Governo busca regularização de imóveis

27/04/2018 às 20:47 - Atualizado em 27/04/2018 às 21:14
Show sede do governo

Com mais de dois mil bens imóveis, o governo do Amazonas está decidido a montar um banco de dados que possibilite o gerenciamento de terrenos e prédios espalhados na capital e no interior do Estado, atualmente quase sem nenhum controle formal. A criação de um fundo para a manutenção dos bens também é estudada. A missão foi dada à Secretaria de Administração e Gestão. A regularização é outra meta. Há dezenas de prédios do governo em situação irregular.

Controle 1   Esta semana, uma reunião na Sead, com  representantes da Sefaz, Secretaria de Política Fundiária  PGE, CGE  e Suhab deu o start para as discussões a respeito do banco de dados dos imóveis, que será criado pelo governo.

Controle 2   Conforme a titular da Sead, Ângela Bulbol, a ideia de unificar as informações em um “grande banco de dados” é dar às secretarias perfil “exato” do acervo patrimonial. Na reunião entre as secretarias, o subcontrolador Geral do Estado Osmani Santos admitiu: “Essa  é uma questão problemática”.

Organização A Sead pretende usar um sistema já existente, o   Imóveis.AM, desenvolvido pela  própria pasta, para reunir os dados dos bens públicos.

Recalculando Na noite da última quinta-feira (26), o PR do Amazonas decidiu voltar atrás e concordou em construir aliança com outros partidos  para a disputa por vagas na Assembleia Legislativa do Estado (ALE/AM).

Estratégia Durante o Encontro Estadual que teve em março, o PR havia definido lançar sozinho um listão com 48 candidatos do partido à ALE/AM. Agora recuou: vai disponibilizar 25 candidatos. 

Negociação O presidente estadual da sigla, Alfredo Nascimento, disse que vai iniciar agora as conversas com partidos que podem fazer parte do arco de aliança do PR. Mas garante que a decisão final será dos filiados candidatos.

Alívio 1 Ao tomar conhecimento, por meio de seus advogados, que o TCE/AM o tirou da lista de fichas-sujas, o deputado federal Hissa Abrahão (PDT) fez um desabafo à coluna. “Pior que um condenado solto é uma pessoa honrada e inocente ser injustiçada. Não é fácil, ainda mais para quem depende da opinião pública”.

Alívio 2  Conforme Hissa, por uma falha no sistema do TCE/AM seu nome foi incluído no listão de “negativados”. “Mas tudo foi resolvido e o TCE mostrou sua seriedade. Sei que é obrigação, mas nesse meio de descrédito da classe política acaba sendo uma virtude ser correto”, afirmou.

Meia folga No Dia do Trabalhador, na próxima terça-feira (1), o comércio no Centro de Manaus terá meio feriado. As lojas abrirão das 9h às 13h. Na maioria dos shoppings, as lojas estarão abertas a partir das 12h.

Filantropia A Liga Amazonense Contra o Câncer (Lacc), instituição de cunho filantrópico, realiza uma feijoada no dia 27 de maio, em parceria com a Fametro e o Taberna 88. Os ingressos custarão R$ 50 reais.

Batalha O valor arrecadado será aplicado na manutenção dos projetos sociais da ONG, que há mais de 60 anos auxilia pacientes oncológicos de baixa renda no Estado. Os ingressos estão à venda na sede da entidade.  Informações pelo telefone 21014900.