Publicidade
Sim & Não

Governo quer retomar campanha

01/05/2016 às 20:40
Show nfiscal

O Governo do Amazonas nega, mas o programa Nota Fiscal Amazonense poderia estar melhor das pernas. Tanto que a Secretaria de Fazenda (Sefaz) pretende retomar, esse mês, campanhas para convencer os consumidores da importância de se exigir nota fiscal das suas compras. A tentativa de aquecer o programa criado para melhorar a arrecadação ocorre no momento em que o governo se vê obrigado a cortar vale-alimentação de servidores e reduzir horário de expediente para fazer frente à queda de ICMS.

Resgate 

Segundo dados do governo, a regularização de 4 mil empresas após o lançamento do programa Nota Fiscal Amazonense permitiu o ingresso de R$ 19 milhões de ICMS aos cofres públicos em 2015.

Tá tranquilo...

  Para o prefeito Artur Neto (PSDB), ao contrário do que alguns pregam, não será difícil acessar ainda esse ano nos US$ 150 milhões que a prefeitura pretende emprestar do Bird.

...tá favorável

Artur defende que o mais difícil aconteceu, que foi o governo federal liberar a operação de crédito. Com o Bird o caminho será mais fácil, porque o banco é parceiro da administração tucana e grande entusiasta do negócio que conduz com a prefeitura, diz o prefeito.

Apoio

Soldado da missão quase impossível de salvar a cabeça da presidente Dilma Rousseff (PT) no Senado, a senadora Vanessa Grazziotin foi recebida como heroína por militantes do PCdoB, no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, no sábado, 30.

Dias de guerra

Vanessa não vinha à Manaus desde o dia 17 de abril, depois que a Câmara dos Deputados aprovou a admissibilidade do processo de impeachment contra Dilma.

Advogado

Stones Machado virou dentro do PDT um defensor incondicional do deputado federal Hissa Abrahão, que enfrenta processo de expulsão da sigla depois de votar, contra orientação da legenda, a favor do impeachment de Dilma.

2ª chance

Stones assumiu a presidência estadual do PDT enquanto Hissa enfrenta o conselho de ética. Para ele, Hissa merece respeito dos filiados e cobra deles empenho para mantê-lo dentro da sigla para disputar as eleições municipais em Manaus.

Quadrinhos

O Ministério Público Estadual (MP-AM) abriu inquérito para apurar se houve ato de improbidade administrativa da Semed na compra de revistas em quadrinhos da Turma da Mônica, em 2013. Há suspeitas de sobrepreço no contrato de R$ 1,3 milhão.

Bom negócio

O contrato com a empresa Conesul Plus foi assinado pelo deputado federal Pauderney Avelino (DEM), à época secretário municipal de Educação. Ele nega irregularidades no negócio. E diz que o município economizou na compra.

Fórum especial

A Ordem dos advogados do  Brasil no Amazonas (OAB-AM) vai instalar esse mês uma comissão para tratar de assuntos ligados à Zona Franca de Manaus (ZFM).

Comandantes

A comissão será presidida pelo advogado Eduardo Bonates, especialista em direito público e com experiência em Suframa e nas leis que regem a economia regional. André Almeida, advogado trabalhista, será o vice.