Publicidade
Sim & Não

Graça acha causa de baixa produção

25/05/2016 às 22:23
Show gra a

Em texto enviado à imprensa, a presidente do TJ-AM, Graça Figueiredo, defende que, no Amazonas, o Projudi baixa a produtividade dos juízes e contribui para o abandono das comarcas pelos magistrados. Como prova da tese, a desembargadora informou, por meio da assessoria do tribunal, que a partir da suspensão da ferramenta, por ordem dela, a produtividade dos Juízes nas varas do interior teve um aumento substancial. Foram quase 40 mil despachos nas comarcas do interior.  

On line  

O Processo Judicial Digital (Projudi) é um programa de computador  que permite aos magistrados movimentarem os autos processuais em qualquer parte do País onde houver Internet. Durante a suspensão, os juízes só podiam acessar o programa na própria comarca.

Fica a lição

Provada a teoria, a assessoria do TJ-AM informou que o Projudi foi reativado ontem “como forma de reconhecimento aos juízes, que entendem que a magistratura é missão que se aceita e não profissão que se escolhe”. 

Outra opinião

Prestes a substituir Graça, o desembargador Flávio Pascarelli afirmou em entrevista ao jornal A CRÍTICA, no dia 8 de maio, que os juízos estavam desmotivados por causa da suspensão do programa.

Socorro

O governo escalou a primeira-dama,  Edilene Oliveira, para ajudar o secretário estadual Pedro Elias (Saúde) a explicar para a população de Manaus a mudança nos equipamentos de saúde da Susam na capital.

Ponto a ponto

Presidido por Pedro Elias e com a participação da primeira-dama, a Susam criou comitê para acompanhar as alterações e explicá-las à população. Guias de orientação e um serviço de informações 0800 estão entre as ferramentas que o grupo irá utilizar.

Eu já sabia

Para a deputada estadual Alessandra Campelo (PMDB), o terror causado por assaltantes na escola estadual Vasco Vasques na segunda-feira, 23, era “tragédia anunciada”. Segundo a parlamentar, o governo assumiu o risco quando retirou guarda armada das instituições de ensino.

Papo reto

O petista José Ricardo teve que provar saber o que Josué Neto (PSD) falava na tribuna para ter direito a um aparte no discurso que o presidente da Casa fazia. “O deputado ouviu meu discurso?”, questionou Josué, por algumas vezes, antes de ceder a palavra ao petista.

Veja bem

Sobre nota publicada na coluna, Josué Neto negou que matéria que trata de mudança na data de eleições para a Mesa Diretora tenha constado na pauta de terça-feira, 24. Segundo o presidente, desde 29 de março o tema não tramita mais na Assembleia.

No alvo 1

O Amazonas atingiu a meta global da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que inclui a proteção contra o vírus H1N1. 

No alvo 2

A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS) foi de 80%. O Estado já alcançou 83%, imunizando 727.193 pessoas dos grupos prioritários definidos, informou Pedro Elias.

Tá sobrando

O deputado estadual Dermilson Chagas (PEN) afirma ser difícil convencer a população de que falta dinheiro no serviço público diante de tanto escândalo de corrupção. Deu como exemplo os esquemas descobertos em prefeituras do interior.