Publicidade
Sim & Não

Grupo só ‘larga osso’ se Braga largar

31/03/2016 às 23:08
Show fdhhdf

Aliados de Eduardo Braga que ocupam cargos na Eletrobras Distribuição Amazonas esperam ordem do ministro para cumprirem ou não a determinação do partido para pedirem demissão. Estão nessa situação o secretário do partido no Amazonas, Miguel Capobiango, e o ex-prefeito de Manaquiri, Jair Souto. O primeiro é assistente da presidência da concessionária, enquanto o segundo ocupa a função de assistente da presidência para o interior.

Segue o barco  

“O que nos cabe é continuar o trabalho. Ainda não temos uma decisão”, declarou, Jair Souto. 

Pendurado  

Segundo a imprensa nacional, apesar da vontade de Braga em continuar no governo de Dilma Rousseff (PT), a presidente estaria declarando que não há espaço para mantê-lo na pasta.

Prazo

No tabuleiro regional, Eduardo Braga tem até segunda-feira, 4, para contestar a decisão da desembargadora Socorro Guedes que negou pedido dele para assumir o governo. O mesmo prazo ele tem para contestar o recurso de José Melo (Pros) para derrubar sua cassação no TRE-AM. Depois, o caso segue para o TSE.

Sinais 1

Josué Neto (PSD) decidiu que, até outubro, não assumirá mais o governo na ausência de José Melo (Pros). Dessa forma, ele fica livre para se lançar candidato. O presidente da ALE-AM é um dos nomes cotados para compor chapa com o prefeito Artur Neto (PSDB).

Sinais 2  

Josué afirma que a decisão segue orientação do partido, mas não significa necessariamente que ele será candidato. “Até porque não alimento isso (candidatura). É uma decisão que cabe ao grupo (político)”, declarou o deputado.

Ainda é cedo  

Na opinião do senador Omar Aziz, presidente do PSD, não é hora de tratar sobre a pré-candidatura de Josué Neto.

Sem vice  

Já está nas mãos do prefeito Artur Neto (PSDB) ofício enviado pelo presidente da CMM, Wilker Barreto (PHS), informado-lhe que, a partir do dia 2, não o substituirá na prefeitura na ausência do tucano. Se assumir, Wilker não poderá concorrer às eleições. 

Prestando contas  

O procurador-geral de Justiça Fábio Monteiro entregou à Assembleia Legislativa do Estado, nesta quinta-feira (31) um relatório das atividades do Ministério Público Estadual (MP-AM) realizadas em 2015. 

Corruptos na mira

Ao discursar para os deputados, Fábio Monteiro prometeu continuar no rastro da corrupção. Questiona-se se o órgão estenderá suas ações de combate à corrupção para a capital ou se continuará atuando forte no  interior. 

Nunca viu

Em resposta ao Ministério Público, a Rico Táxi Aéreo negou ser dona do avião Citation, prefixo PP-MDB, que o governo estadual informou ter alugado da empresa para viagens à ilha de Saint Martin e Aruba em 2011, 2012 e 2013. O MP suspendeu esta semana o sigilo do inquérito sobre o caso.

Premiado

Projeto do Núcleo Empregue Habilidades da Educação Profissional deu ao Centro Literatus (CEL) medalha de prata em Gestão Acadêmica – Ensino Básico, no Prêmio Nacional de Gestão Educacional  2016, considerada a premiação brasileira mais importante no setor.