Publicidade
Editorial

Harmonia necessária

12/01/2019 às 08:29
Show wilson arthur neto 7c225ab2 dead 41d9 966a eb8d6d03a6ab

A convivência harmônica  pautada pela civilidade, tendo o interesse público acima de qualquer outro aspecto, deveria ser regra nas relações entre as diferentes esferas de poder. Infelizmente, não é o que acontece no Amazonas; há muito tempo os respectivos chefes do Executivo estadual e municipal que ocuparam os cargos colocaram-se em campos opostos, administrando o Estado e a capital de costas um para o outro. Tal atitude causa danos à população do Estado e do município por motivos óbvios; sem articulação entre as administrações, muitas ações acabam se sobrepondo, causando equívocos e gerando despesas desnecessárias para ambos os lados.

A gestão do governador Wilson Lima e o prefeito de Manaus, Arthur Neto, dão sinais de que vão encerrar esse longo período de animosidades entre estado e município. A reunião de ontem entre os dois chefes de Executivo aponta para parcerias indispensáveis em áreas estratégicas como saúde, educação e infraestrutura. 

Vale lembrar que no caso da saúde e da educação, a complementariedade de ações entre Estado e Prefeitura é fundamental, uma vez que cada esfera cuida de setores específicos da mesma área. Alunos saem do ensino básico, a cargo da Prefeitura, e ingressam no ensino médio, competência do Estado. Pacientes com suspeita de doenças graves nas unidades básicas de saúde, administradas pela Prefeitura, devem ser encaminhados aos hospitais geridos pelo Estado. Quanto mais integrada for a gestão desses sistemas, melhor para o cidadão. Toda a sociedade sai ganhando. 

Esperamos o dia em que a classe política esteja tão evoluída que seja estranho falar em parcerias e bom relacionamento entre as esferas do poder público, pois isso já estará intrínseco à administração, de modo que os ocupantes dos cargos de prefeito e governador, ainda que inimigos políticos, atuem com harmonia em face do interesse público. Nesse cenário ainda utópico, ações desencontradas de gestores como governador e prefeito serão vistas com espanto e motivo de vergonha.

Enquanto esse dia não chega, vamos esperar que a parceria acertada ontem entre Wilson Lima e Arthur Neto de fato se concretize e se materialize em projetos que beneficiem o povo de Manaus e do Amazonas. E que o interesse público esteja acima de tudo.