Publicidade
Sim & Não

Ingredientes para eleição em 2 turnos

08/05/2017 às 21:36 - Atualizado em 08/05/2017 às 21:37
Show elei  o05555

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas ainda nem deu início, oficialmente, aos preparativos para a eleição suplementar ao Governo do Estado e já há equipes de campanha falando em vitória no primeiro turno.  Analistas políticos ouvidos pela coluna, porém, dizem que os “ingredientes” eleitorais postos à mesa até o momento mostram ser impossível uma vitória já na primeira votação. A saber: máquina de um lado, primeiro colocado nas pesquisas de outro e profusão de candidaturas.

Terceira via No anúncio do lançamento da candidatura do vereador Marcelo Serafim ao Governo, o PSB dá pistas de qual será o tom da campanha dos socialistas: “Nossa decisão visa dar uma opção real à sociedade quebrando a tentativa de uma polarização forçada”.

Outra vibe O mundo político só pensa na nova eleição, mas o deputado federal Hissa Abrahão  (PDT) está em outra. Ele voltou de viagem de cinco dias ao Líbano anunciando que acertou visita do primeiro-ministro do país, Saad Hariri, ao Amazonas.

Cautela Questionado sobre a eleição para o Governo, Hissa, que é do mesmo partido do pré-candidato Amazonino Mendes (PDT), não quis se pronunciar. A CRÍTICA apurou que a posição oficial da legenda só será anunciada no início de junho.

De fora  O PSOL, que ano passado lançou Marcos Queiroz para prefeito de Manaus, anunciou que tem planos para 2018, mas ficará fora da eleição suplementar. “Não lançaremos candidaturas irresponsáveis”, afirmou a presidente estadual da legenda, Pedrinha Lasmar.

Sob suspeita Pagamentos atípicos feitos pela gestão de José Melo (Pros) nos dias subsequentes à cassação de seu mandato serão investigados também pelo Ministério Público Estadual.

Reencontro  O Sindicato dos Fiscais do Amazonas promove, hoje, reencontro de Amazonino Mendes com seu “eterno” vice, Samuel Hanan. O economista, que não mora mais em Manaus, fará palestra às 10h30. O ex-governador abre o evento.

Futuro O ciclo de palestras da Escola de Administração Tributária Sindifisco acontece hoje e amanhã, na Sefaz, com o tema: “Incentivos Fiscais e Desenvolvimento Regional".

Feito histórico   Fazia tempo que o PT, no Amazonas, não elegia um presidente por aclamação. A “mágica” foi feita no domingo pelo deputado estadual Sinésio Campos, que assumirá o comando da legenda após conquistar o apoio de todas as correntes internas.

Passiva A Prefeitura de Manaus deve entrar como parte passiva no processo em que a Defensoria Pública cobra indenizações de mais de R$ 133 milhões para moradores dos Residenciais Viver Melhor 1 e 2 vítimas de danos sociais.

Passiva 2  Originalmente, a ação da defensoria é contra a Caixa, a Suhab, o Estado e a União. A Prefeitura deve ser incluída porque é responsável por prover o aparato urbano que os residenciais até hoje não têm (creches, escolas e paradas de ônibus, por exemplo).

Vacina Balanço do Ministério da Saúde mostra que quase 200 mil pessoas foram vacinadas no Amazonas, de um total de 869 mil do público-alvo. Ou seja, até agora somente 18,7% dos interessados procuraram os postos para serem imunizados. A campanha vai até 26 de maio.