Publicidade
Pinga Fogo

Investigação vira inquérito

10/06/2016 às 21:54
Show ferraz

O Ministério Público  (MP-AM) transformou em inquérito civil a investigação que apura um possível ato de improbidade por enriquecimento ilícito do deputado estadual Augusto Ferraz, do DEM.

O MP-AM questiona a evolução patrimonial de Ferraz entre a declaração de bens que fez à Justiça Eleitoral e a que informou a ALE-AM, ao assumir o mandato. De R$ 1,5 milhão para R$ 3,9 milhões, em um intervalo de seis meses.

A denúncia foi feita ao MP-AM por um leitor de A CRÍTICA, após ler na edição de 28 de março de 2015 que os deputados enriqueceram até 171%.

Promotores não são alvos da operação La Muralla, como informou erroneamente A CRÍTICA na página C1 de sexta-feira, 10.